Jornalista autista escreve livro e ensina como sociedade pode ser mais inclusiva

 

Escreva sobre o que você sabe. É por isso que Eric Garcia escreveu seu livro de 2021, “Nós não estamos quebrados: mudando a conversa sobre o autismo“.

Como um indivíduo autista reportando sobre política como correspondente sênior de Washington para o The Independent, Garcia, de 31 anos, ficou frustrado com a falta de compreensão do autismo como um distúrbio e alguns dos estereótipos de pessoas “no espectro”.

Ele começou a humanizar o autismo explicando sua história, catalogando a falta de apoio para indivíduos neurodivergentes (pessoa cujo desenvolvimento e estado neurológico são vistos como anomais) e destacando pessoas autistas de todos os tipos.

Garcia destaca o que é ser autista e apresenta uma forte declaração de autodefesa, um movimento crescente entre indivíduos autistas para articular suas próprias necessidades em vez de pessoas neurotípicas (que não possuem problemas de desenvolvimento neurológico) falarem por eles.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP