Jovem de 19 anos é morta por GCM com tiro acidental durante ação para conter baile funk em Rio Claro, SP

Gabrielli Mendes da Silva foi morta com tiro em Rio Claro — Foto: Reprodução/Facebook

O guarda civil municipal foi preso em flagrante por homicídio culposo e arbitrado fiança no valor de R$5 mil.

Na noite deste sábado (1º) equipes da Guarda Civil Municipal de Rio Claro (SP), foram acionadas via CECOP – Central de Comunicação Operacional, para conter um baile funk que estava ocorrendo pelo bairro Jardim Panorama. Uma jovem de 19 anos acabou sendo morta durante a ação.

De acordo com informações, com a chegada das viaturas no local para dispersar a aglomeração de pessoas que ocorria em frente a um bar, houve revolta durante a ação dos GCMs por parte das pessoas, que tentaram atirar pedras nas viaturas, onde tiveram que fazer uma ação mais ostensiva.

clique na imagem e saiba mais

Um dos guardas que estava com uma arma calibre 12, ao acreditar que a mesma estava sem munição e manusear para colocar uma bala de borracha, ocorreu um disparo acidentalmente, atingindo Gabrielli Mendes da Silva de 19 anos, que estava a cerca de 40 metros do guarda municipal e José Felipe de Lima Verneck de 29 anos. As vítima foram rapidamente socorridas, porém, a jovem não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo. Já o homem permanece internado.

O guarda civil municipal foi preso em flagrante por homicídio culposo e arbitrado fiança no valor de R$5 mil que foi pago por um grupo de guardas municipais que estavam no plantão da Central de Polícia Judiciária.

Segundo a Delegacia Seccional de Rio Claro, o auto de prisão lavrado foi encaminhado à Justiça e ao Ministério Público. A delegacia também pede que testemunhas que tiverem informações do caso procurem a Central de Polícia Judiciária, na Rua 12 com a Avenida da Saudade.

“O compromisso da Polícia Civil é apurar por completo os fatos ocorridos de forma que a lei penal possa ser aplicada nos exatos termos correspondentes”, informou em nota.

O corpo de Gabrielli será velado a partir das 13h30, no Velório Municipal. O enterro está previsto para 16h30, no Memorial Parque das Palmeiras.

Gabrielli Mendes da Silva foi morta com tiro em Rio Claro — Foto: Reprodução/Facebook

Prefeitura Municipal vai abrir inquérito interno

A Secretaria Municipal de Segurança apreendeu a arma calibre 12 do guarda, que ficará afastado das atividades operacionais até que a Polícia Civil conclua as investigações e a Justiça decida sobre o caso.

Um inquérito administrativo internotambém será aberto pela Secretaria de Segurança para “apurar a conduta técnica do guarda com relação ao emprego dos procedimentos operacionais”.

“(…) o que estiver de acordo com a lei será cumprido. A Secretaria Municipal de Segurança lamenta profundamente o ocorrido, se solidariza com familiares e amigos das vítimas e se coloca à disposição. A Secretaria de Segurança lembra ainda que a guarda civil municipal vem prestando excelente trabalho de reforço na segurança pública no município e que a ocorrência foi um fato isolado”, informou a assessoria em nota.