Jovem é preso acusado de agredir mulher em centro de umbanda e alega que foi ‘tomado por entidade’

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp


Vítima disse à polícia que os dois são conhecidos e discutiram.

Um jovem de 23 anos foi levado para a delegacia de Campo Limpo Paulista (SP) suspeito de agredir uma mulher na casa dele, no Parque Internacional, onde também funciona um centro de umbanda.

De acordo com o boletim de ocorrência, os guardas municipais estavam em patrulhamento, quando foram parados por um rapaz alegando que a mãe dele havia sido ferida por um homem.

Os guardas o orientaram a levar a mulher para o Hospital das Clínicas, onde ela passou por atendimento.

Na sequência, o suspeito foi encontrado na região e encaminhado à delegacia. Ele alegou aos policias que não se lembrava da agressão porque “tinha sido tomado por uma entidade no local”, que funciona na casa dele.

Ainda segundo o boletim, a vítima contou à polícia que é conhecida do suspeito e que os dois bebiam antes de discutir. O rapaz ficou à disposição da Justiça e a mulher passou por exames e liberada.