Jovem é preso com conteúdo pornográfico no celular, após pedir vídeos para menino de 11 anos no interior de SP

Polícia Civil de Boituva (SP) identificou suspeito após investigação; morador de Itapevi (SP) utilizava perfil falso para conversar com menores nas redes sociais.

Um jovem de 23 anos foi preso nesta quinta-feira (5), em Itapevi (SP), por armazenar conteúdo pornográfico envolvendo crianças no celular. Segundo a polícia, ele passou a ser investigado depois que trocou mensagens pelas redes sociais com um menino de 11 anos de Boituva, no interior do estado.

A investigação teve início em janeiro deste ano, quando os pais da criança encontraram as mensagens e registraram um boletim de ocorrência. O delegado Emerson Jesus Martins contou que, através de um perfil falso, o jovem assediou o menino, pedindo fotos e vídeos íntimos.

“Ele mantinha um Instagram ‘fake’ e ficava aliciando menores. Ele utilizava o perfil como se fosse uma adolescente mulher e, se passando por ela, pedia vídeos de pornografia das crianças. Ele armazenava tudo no celular”, afirma o delegado.

A Polícia Civil identificou o suspeito, que mora em Itapevi. Nesta quinta-feira (5), policiais de Boituva foram até a cidade para cumprir um mandado de busca e apreensão, e encontraram uma grande quantidade de conteúdo pornográfico no celular do jovem.

O homem foi preso em flagrante por armazenar conteúdo pornográfico envolvendo criança ou adolescente. À polícia, ele confessou o crime e disse que precisa de tratamento. O caso segue em investigação pela delegacia de Boituva.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT