Jovem esfaqueia mulher que ameaçava matar a mãe dele e grava vídeo

Caso aconteceu em Umuarama (PR); mulher esfaqueada foi internada em estado grave.

O jovem Davi Gaspar e Borda, de 18 anos, assumiu em um vídeo que ele mesmo divulgou nas redes sociais que esfaqueou uma mulher na quinta-feira (28), em Umuarama, noroeste do Paraná. Segundo o rapaz, a mulher ferida foi até a casa da família armada com uma faca para tentar matar a mãe dele. No vídeo ao lado da mulher ferida, Davi desabafa:

“Olha aqui o facão todo sujo de sangue. Meu nome é Davi, moro no 28 de outubro aqui a (…) Ela mandou mais de 200 mensagens dizendo que ia matar minha mãe, quebrar a costela, que ia arrancar o dente (…) tá aqui minha cara pra quem quiser ver. Não vou ver minha mãe sendo ameaçada por uma vagabunda (…) Vou ser preso e não tô nem aí. Vou terminar de matar”, desabafou. 

O caso aconteceu nesta quinta-feira, no conjunto habitacional Sonho Meu na cidade de Umuarama. A vítima foi atendida pelo SIATE e encaminhada ao hospital em estado grave. Davi foi preso em flagrante. Na delegacia, ele contou que o pivô de tudo, foi o padrasto dele que saiu de casa para viver com essa mulher e depois de oito meses deixou dela e voltou pra casa.

A mãe de Davi, chorando muito, contou que já fazia alguns dias que esta mulher estava enviando mensagens fazendo ameaças. “Faz dias que ela vinha me ameaçando de morte. tenho prints, áudios… sou evangélica, sirvo a Deus, meu filho não tem passagem pela polícia, não tem vício…”, disse.

O delegado chefe de Umuarama, Osnildo Carneiro Lemes, disse que está analisando o caso para ver se realmente foi legítima defesa. ” Tudo tem que ser analisado. Legítima defesa não se caracteriza apenas pelo simples fato de existir a ameaça, salvo se a mulher esfaqueada hoje estivesse lá com intenção de agredir a mãe do acusado e ele intercedeu em favor dela. Vamos investigar”, disse.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT