Jovem inventa história para o próprio pai ser julgado e morto no tribunal do crime

Família teve informações que uma das filhas de Wallas de Lima estaria envolvida com bandidos e inventou a história para forçar o julgamento do pai.

Um homem que foi morto pelo tribunal do crime, acusado de se envolver com uma menina de 14 anos. A família de Wallas Lima da Hora, de 43 anos, teve informações que uma das filhas dele estaria envolvida com bandidos e inventado a história para forçar o assassinato do pai. O corpo dele foi encontrado pela polícia no local do julgamento.

Wallas foi sequestrado na tarde do dia 5 de abril de 2022 e levado para um cativeiro em Embu das Artes (SP). Lá, o homem teria sido julgado, condenado e morto por estrangulamento. A polícia chegou ao local após uma denúncia na madrugada — depois da vítima ter sido assassinada.

No cativeiro, a polícia encontrou outras três pessoas que também seriam julgadas: um homem e dois menores de idade — um dos jovens seria condenado porque teria escondido o envolvimento de Wallas com a adolescente.

Ainda de acordo com os parentes, após a morte de Wallas, a suposta vítima dele teria desmentido a história do abuso para os criminosos, porém era tarde para salvá-lo.

A família recebeu a notícia de que a filha de 21 anos de Wallas foi quem inventou a história do abuso para prejudicar o genitor. Porém, a jovem ainda não prestou depoimento, pois, no dia do assassinato, ela teria se envolvido em uma batida de carro e acabou sendo presa.

Fonte: https://recordtv.r7.com/cidade-alerta/videos/jovem-inventa-historia-para-o-proprio-pai-ser-julgado-e-morto-no-tribunal-do-crime-12042022

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP