Jovem trans de 17 anos morta a facadas é enterrada no interior de SP

Familiares e amigos postaram homenagens à adolescente nas redes sociais. 

A jovem transexual de 17 anos que foi morta a facadas nesta segunda-feira (5) será enterrada nesta terça-feira (5) no Cemitério Municipal de Ibitinga (SP). O ex-companheiro dela foi preso em flagrante suspeito do crime.

O sepultamento está marcado para as 10h30. Nas redes sociais, amigos e familiares publicaram homenagens à Paolla Bueno, como a vítima era conhecida. “Não tenho palavras para falar de você, pois meu coração perde a força em saber que semana passada estávamos conversando e sorrindo. Saber que agora não vamos ter mais momentos assim fico triste por você não está mais aqui”, publicou a irmã.

clique na imagem e saiba mais

“Poderia muito bem escrever um texto dizendo que eu te avisei e te dei conselhos, mas a única coisa que eu quero te dizer agora é que eu te amo profundamente. Espero que Deus te receba de braços abertos”, comentou outra usuária.

Familiares se despediram da jovem de Ibitinga nas redes sociais — Foto: Facebook/Reprodução

Crime

Segundo a Polícia Civil, Paolla foi morta depois que o ex-companheiro dela arrombou a porta da casa dela e a esfaqueou. A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital.

A polícia informou que o homem fugiu do local, mas foi encontrado em um terreno baldio nas imediações do local do assassinato e confessou o crime. Ele foi preso em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil, meio cruel, impossibilidade de defesa da vítima e feminicídio. (Com informações do G1 Bauru e Marília)