Julgamento virtual é suspenso após homem aparecer em vaso sanitário

PUBLICIDADE

Audiência era realizada pela 21ª Câmara Cível do Rio Grande do Sul.

A 21ª Câmara Cível do Rio Grande do Sul se preparava para iniciar um julgamento por videoconferência nesta quarta-feira (25) quando um dos participantes apareceu nu, sentado no vaso sanitário, por meio de sua câmera. A audiência precisou ser suspensa às pressas e foi retomada após o integrante ser bloqueado.

Em nota de esclarecimento, o Tribunal de Justiça gaúcho destacou que o homem em questão não era “Magistrado, Procurador, Advogado ou Servidor do TJ”, mas “parte do processo”. Trata-se de parte em processo cujo julgamento ainda não havia iniciado, mas que indevidamente se encontrava com a câmera aberta.

A Justiça detalhou ainda que a audiência ainda não havia começado oficialmente quando ocorreu o incidente. Ainda de acordo com a nota, as providências cabíveis já estão sendo tomadas para apurar detalhadamente o ocorrido.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP