League of Legends é um dos mais rentáveis jogos virtuais

clique na imagem e saiba mais

O League of Legends é um dos jogos mais competidos no mundo virtual

E para estar ainda mais inserido na vida dos seus consumidores, os criadores resolveram desenvolver a versão mobile durante o ano de 2019, com planejamento para disponibilidade no iOS e Android ainda em 2020.  Os fãs e usuários poderão usufruir do jogo em qualquer lugar, desde que tenha internet disponível.

Em 2020 o Brasil deu início ao 1° Split do Campeonato de League of Legends no dia 25 de janeiro. São oito times na disputa pelo título. OFlamengo, vencedor do último campeonato, defende o título contra o paiN Gaming que conta com o retorno de Felipe “brTT“, INTZ, Redemption, FURIA Uppercut, Prodigy, KaBuM e Vivo Keyd. Todos os times já têm as escalações definidas para esta primeira metade da temporada competitiva. O vencedor irá disputar o Mid-Season Invitational (MSI), uma espécie de mundial de League of Legends. O Flamengo e paiNestão entre favoritas ao título. Esse e outros campeonatos de eSports podem ser acompanhados na bodog.

Com o crescimento da acessibilidade ao mundo Digital, o número de simpatizantes de jogos virtuaistem aumentando consideravelmente. Os números são tão expressivos que clubes renomados como Flamengo e Corinthians investem em times para participar de campeonatos profissionais à nível mundial. O NewZoo diz que os jogadores gastaram mais de US $ 150 bilhões em jogos em 2019. Da mesma forma, Statista relata que os usuários da Internet gastaram mais de US $ 83 bilhões em compras de jogos online em 2019. Além disso, as expectativas é que os números aumentem cada vez mais, uma vez que o consumo de produtos digitais só cresce.

A legislação também está buscando e atualizar e adequar o segmento. Em novembro de 2019 aconteceu a segunda audiência pública para discutir o projeto de lei 383/2017, que busca a regulamentação dos eSports no Brasil. A senadora Leila Barros (PSB/DF) medioua discussão que contou a participação de profissionais envolvidos aos esportes eletrônicos, médicos psiquiatras e outros senadores.