Litoral de SP registra duas mortes por afogamento e 136 salvamentos no feriado de Ano Novo

Número de afogamentos baixou em comparação com 2019, quando houve 357 ocorrências.

Duas pessoas morreram por afogamento e 136 foram salvas em praias do litoral de São Paulo durante o feriado de Ano Novo. De acordo com o Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar), ao todo, foram 178 ocorrências atendidas pela corporação.

Segundo os bombeiros, um jovem de 22 anos morreu em Praia Grande na última quinta-feira (31), e um rapaz de 27 morreu nesta sexta-feira (1º) em Guarujá. Ambos foram resgatados, mas não resistiram.

Ao todo, foram 178 ocorrências atendidas pela corporação, sendo 136 vítimas salvas e dois afogamentos fatais. De acordo com o balanço divulgado, que mostra dados de todo o litoral paulista, ainda há uma vítima desaparecida.

clique na imagem e saiba mais

Por causa da pandemia de Covid-19, algumas cidades da região decidiram fechar as praias para evitar aglomerações. Apesar da medida, outros municípios deixaram as praias liberadas. Alguns banhistas invadiram praias isoladas na data comemorativa, e cidades onde havia a liberação ficaram lotadas de moradores e turistas.

Entretanto, o número de afogamentos baixou em comparação com 2019, quando houve 357 ocorrências.

Praias de Praia Grande ficaram liberadas durante o Ano Novo — Foto: Reprodução/TV Tribuna

Salvamentos aéreos

O Grupamento de Bombeiros Marítimo, com o auxílio do helicóptero Águia, da Polícia Militar, salvou seis pessoas que se afogavam na Praia de Pitangueiras, em Guarujá, no último domingo (3). Todas as vítimas socorridas passavam bem.

O helicóptero também realizou um salvamento em Praia Grande, na altura da praia do bairro Ocian, por volta das 10h30 de domingo. Um turista de 29 anos se afogou, vítima de uma corrente de retorno, e foi visto pela equipe, que iniciou o salvamento e fez o resgate.