Livro busca sensibilizar leitores sobre a realidade da população de rua

Obra “O homem que dormia com elefantes” mistura ficção e realidade para mostrar os desafios da população em situação de rua. Parte do valor das vendas será revertido para projetos que atendem essa população.

Lançado pelo jornalista e escritor independente Mario Cesar Santos, o livro “O homem que dormia com elefantes” (2021) mistura ficção e realidade para mostrar os desafios diários enfrentados pela população em situação de rua no Brasil. De acordo com dados do Ipea, antes da pandemia, havia mais de 220 mil pessoas em situação de rua em todo o país.

O livro narra a história de um morador de rua de 70 anos a partir de sua morte, “numa manhã chuvosa e fria, atravessando a rua, atrapalhando o trânsito da pequena São Félix do Mar, sem que ninguém soubesse seu nome. Todo o mistério começa a ser desvendado quando um morador da cidade, que doava roupas ao idoso de vez em quando, tenta evitar seu enterro como indigente“, revela a sinopse do livro.

A publicação ainda tem um viés social. A proposta é apoiar ONGs que trabalham no apoio e ressocialização desta população por meio da campanha “Literatura Solidária”. Desta forma, a cada livro vendido será revertido R$ 1,00 para a entidade assistencial indicada pelo próprio leitor.

Para manter contato com os leitores interessados em participar e obter mais informações sobre a campanha, o escritor colocou à disposição um endereço eletrônico ([email protected]). Por meio desse e-mail, o leitor poderá também indicar a ONG que deverá ser beneficiada pela doação, desde que atue com a população em situação de rua.

É possível adquirir o livro pelo site da editora, a startup de autopublicação Uiclap Editora, e usar o e-mail para mandar a cópia do cupom de compra e indicar a ONG beneficiada. Depois, o escritor enviará ao leitor o comprovante da doação feita para a ONG escolhida.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT