‘Lula é tão ladrão que tentou me roubar a candidatura’, diz Pablo Marçal

PUBLICIDADE

Coach teve sua candidatura ameaçada por troca no comando do PROS.

Após ter a candidatura à Presidência da República brevemente ameaçada, Pablo Marçal volta para a disputa. Em comemoração a decisão do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Antônio Carlos Ferreira, que lhe favoreceu em detrimento do PT, o coach ironizou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

– O Lula é tão ladrão que tentou roubar a minha candidatura. Ainda temos Justiça nesse país – disse Marçal à coluna Grande Angular, do Metrópoles.

PUBLICIDADE

ENTENDA O CASO
O ministro Antônio Carlos Ferreira, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), reverteu uma decisão tomada no último domingo (31) pelo vice-presidente da Corte, Jorge Mussi, e devolveu a presidência do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) a Marcus Holanda. Mussi havia determinado que o fundador da sigla, Eurípedes Júnior, voltasse ao comando do partido.

A troca no comando do PROS envolve diretamente a candidatura de Pablo Marçal, o presidenciável da sigla, que tem o apoio de Holanda. Em março deste ano, a Justiça do Distrito Federal destituiu Eurípedes da presidência da legenda e legitimou a reunião partidária que elegeu Holanda. O ex-perito acusa Eurípedes Júnior de desvios milionários.

Assim que retornou ao posto, Eurípedes chegou a articular um apoio ao PT, tirando o coach da disputa. Com a nova decisão, proferida nesta quarta-feira (3) e que devolve Holanda ao comando do partido, a candidatura de Marçal para o Palácio do Planalto será mantida.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP