Mãe arrecada R$ 22 mil na web e compra carrinho para filha com paralisia cerebral

Milena, de apenas três anos, tem paralisia cerebral e precisa de um carrinho que custa cerca de R$ 22 mil. Campanha em Jundiaí (SP) teve ajuda de policiais militares, que se sensibilizaram com a história e compartilharam o caso.

Uma moradora de Jundiaí (SP) conseguiu arrecadar R$ 22 mil em uma mobilização na internet para comprar um carrinho postural para sua filha, de apenas três anos, que tem paralisia cerebral.

Diana Evangelista da Silva conta que não esperava que a meta fosse atingida em menos de dois meses. “Me surpreendeu a mobilização de todo mundo pra poder me ajudar. Foi muita gente. Eu me surpreendi com o tempo, né? Na verdade, eu nem acreditava que daria certo”, conta Diana, que iniciou a vaquinha no início de dezembro por influência de sua irmã.

Em aproximadamente três semanas, a mãe já havia arrecadado quase R$ 10 mil. “Eu levei um susto! Muita gente se mobilizou, compartilhou, foi muito legal”, diz.

clique na imagem e saiba mais

Milena nasceu com falta de oxigênio no cérebro e teve icterícia após o nascimento, uma coloração amarela da pele e/ou olhos causadas por um aumento da bilirrubina na corrente sanguínea. Ela não possui coordenação motora, não tem controle do tronco, não sustenta o pescoço e se alimenta através da gastrostomia, uma sonda que fica em sua barriga.

Segundo a mãe, a criança faz uso de uma cadeira de rodas que foi emprestada pela instituição onde ela faz acompanhamento, mas que a mesma está pequena e precisa de uma nova adaptação, o que a levou a procurar um carrinho postural. “Com esse carrinho não vou precisar ficar fazendo novas adaptações, pois cada adaptação que eu realizar na cadeira de roda custa, em média, R$ 1.500”, conta.

Diana diz que não trabalha, pois sua filha precisa de cuidados 24h, um dos motivos que a fez iniciar a vaquinha online para conseguir o valor e trazer um conforto maior para a filha. Ela conta que a campanha deu uma alavancada após dois soldados da Polícia Militar, durante uma visita comunitária, ouvirem e se comoverem com a história de Milena.

Cleon Santos e Arilando Bezerra decidiram ajudar e gravaram um vídeo explicando toda a situação e o divulgaram nas redes sociais. O vídeo viralizou e já tem 440 compartilhamentos, somando mais de 258 mil visualizações.

Agora, o dinheiro arrecadado está próximo de atingir a meta: já são mais de R$ 20 mil arrecadados. “O sentimento é de muita alegria, da nossa intenção ter dado certo, de ajudá-la a chegar nesse valor e realizar o sonho dela, que é comprar esse carrinho especial para que a Milena tenha um pouquinho mais de qualidade de vida”, diz o soldado.

O carrinho postural necessita de adaptações para as necessidades do usuário. Estas adaptações são compradas a parte. Segundo Diana, o produto é exportado e difícil de ser encontrado no Brasil. Até o momento, ela o encontrou em apenas uma loja, localizada em Campinas (SP), onde já levou sua filha para combinar tudo. O pedido deve ser feito no fim deste mês.

ÁGIL DPVAT