Mãe de motoboy humilhado diz que educação “vem de berço e o dinheiro não compra”

Segundo Maria, o ataque verbal sofrido por seu filho foi também de conotação racial.

A mãe de Mateus, o motoboy que foi humilhado durante uma entrega em um condomínio de luxo, publicou um desabafo em sua rede social onde critica à agressão moral sofrida por seu filho, lamentando a chance de que o caso seja esquecido, “como sempre acontece”.

“Ele foi racista com um entregador que estava apenas fazendo o seu trabalho, e esse ser xingou e humilhou um trabalhador, se achando melhor que ele por morar em um condomínio de luxo”, escreveu a mulher identificada como Maria Pires.

clique na imagem e saiba mais

“Pois saiba ninguém é melhor que ninguém por ser rico ou ser branco e como (ele) é de família rica isso vai acabar no esquecimento, como sempre acontece”, destacou a mãe do rapaz.

Segundo Maria, o ataque verbal sofrido por seu filho foi também de conotação racial. “Racismo é crime e esse entregador é meu filho um trabalhador honesto e que não precisa sentir ou ter inveja de um escroto como esse pois ele não é”, disse ela.

“Mesmo tendo dinheiro pra comprar tudo o que quiser, jamais comprará a educação o respeito, pois isso vem de berço e o dinheiro  não compra jamais”, concluiu.

Outro lado

Segundo jornalista Reinaldo Gottino, o pai do homem responsável pelas agressões ao motoboy já se manifestou sobre o caso, alegando que seu filho sofre de “problemas mentais”.

“O vídeo do jovem humilhando o entregador, o delegado nos informou que ele tem problemas mentais. O pai comprovou com laudos e ele medicado e liberado. Isso é uma informação!”, escreveu o jornalista em sua rede social. Veja abaixo e na sequência o vídeo publicado pela mãe do rapaz: