Mãe pede a prisão do filho que tentou matar crianças e a ex: ‘Saiu rindo’

A mãe do jovem que ateou fogo na casa da ex-mulher enquanto os enteados de quatro e cinco anos dormiam dentro do imóvel, em Bertioga, no litoral de São Paulo, disse que está com medo de ser morta pelo próprio filho. “Ele falou que vai colocar fogo no resto que ficou. Disse que se não tirarem o boletim de ocorrência vai matar todo mundo. Ele tem que ser preso”, desabafou Luciene.

Cama ficou totalmente destruída após incêndio — Foto: G1 Santos

O crime aconteceu na noite de sexta-feira (19), por volta das 21h, na Avenida Anchieta, no bairro Vista Linda. Os bombeiros foram chamados para conter as chamas, mas não impediram que o imóvel ficasse totalmente destruído.

Segundo a mãe, a ameaça foi feita por telefone pelo próprio filho, Rodrigo Almeida de Oliveira, neste sábado (20), um dia depois de o rapaz incendiar a residência que fica nos fundos da casa dela. Na noite de sexta-feira, Rodrigo já havia ameaçado a genitora e a ex-companheira com uma faca. Ele fugiu do local antes da chegada da polícia, e até o momento não foi encontrado.

clique na imagem e saiba mais
Rodrigo de Almeida, 25, fugiu após colocar fogo em imóvel — Foto: Arquivo Pessoal

Luciene contou que o filho colocou fogo na casa porque, na última semana, a ex-mulher havia feito um boletim de ocorrência de violência doméstica contra ele, e também dado entrada na Justiça a um pedido de medida protetiva. Luciene apoiou a atitude, pois não concordava com a agressividade do filho.

Rodrigo de Almeida e Wendy Kelly, de 28 anos, ficaram juntos por cerca de quatro anos, e estavam separados há seis meses. Eles moravam, cada um em um quarto, nos fundos da casa de Luciene. “Infelizmente, ele está usando drogas, mas ele é ruim, e não é porque está usando drogas. Eu tenho vergonha de falar que é meu filho. Não foi essa a educação que eu dei, não foi assim que eu o criei. Não consigo aceitar isso”, lamentou.

Saiu rindo

Luciene acredita que o filho tenha trazido álcool em uma mochila e ateado fogo a partir de um dos quartos, enquanto os enteados dormiam na sala. As crianças foram resgatadas pela mãe e levadas para o Pronto Socorro de Bertioga. Elas foram atendidas e receberam alta depois de fazerem inalação. O casal também tem um filho de dois anos, mas a criança não estava no local no momento do incêndio.

Casa ficou queimada após jovem atear fogo, em Bertioga — Foto: G1 Santos

Apesar de terem sido salvos, a família está com medo que Rodrigo retorne. “Ele saiu de casa rindo, e falou que a gente iria queimar na madrugada”, lamentou a mãe do jovem. O caso foi registrado na Delegacia Sede de Bertioga.


Aviso: Os comentários só podem ser feitos via Facebook e são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, sendo passível de retirada, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.