Médicos do Hospital das Clínicas são homenageados pela atuação no combate à pandemia no interior de SP

Quatro profissionais contribuíram para o Manual do Cremesp de Melhores Práticas Clínicas na COVID-19.

Para otimizar a rotina hospitalar no enfrentamento da COVID-19 e oferecer aos pacientes o que há de melhor em termos de conhecimento médico, o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) lançou no último mês o Manual do Cremesp de Melhores Práticas Clínicas na COVID-19.

A obra reúne conteúdo técnico com informações práticas detalhadas para médicos em relação ao atendimento e tratamento de pacientes. Desde o início da pandemia no Brasil, o Cremesp passou a organizar aulas online como estratégia de resposta sobre uma doença ainda desconhecida, trazendo tantos dados clínicos quanto ao manejo de pacientes.

clique na imagem e saiba mais

Assim, informações publicadas no Manual foram obtidas pelo conhecimento de profissionais renomados, considerados referência no assunto de várias instituições estaduais, apresentado em lives promovidas pelo Cremesp.

Serviço

Quatro profissionais do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) contribuíram para o projeto e foram homenageados pelo órgão, em reconhecimento ao serviço prestado aos médicos brasileiros no enfrentamento da infecção. São eles:

– Dr. Alexandre Naime Barbosa, chefe do Serviço de Infectologia do HCFMB, representando a parte clínica como infectologista que tem cuidado dos pacientes e um dos autores do texto “Potenciais Estratégias Terapêuticas de COVID-19”, da revista Ser Médico, edição 90.

– Dra. Mônica Bannwart Mendes, infectologista, e Dra. Patrícia Maria Sales Polla, chefe do Serviço de Terapia Intensiva (SETI) do HCFMB, representantes dos profissionais da UTI COVID-19 e autoras do texto “Aspectos Cínicos da COVID-19”, da revista Ser Médico n° 90, usado também no Manual.

– Dra. Erika Paiva Ortolan, diretora de Assistência do HCFMB, representando a administração hospitalar e apresentadora da palestra online “Administração de leitos hospitalares, referências e contrarreferências de COVID-19”.

Aprendizado

Segundo Alexandre Naime Barbosa, materiais como esse são de extrema importância para o momento atual. “A curva de aprendizado que a medicina obteve nos últimos meses está promovendo redução da mortalidade por COVID-19, e nada mais importante neste momento do que a disseminação do conhecimento”, explica.

O superintendente do HCFMB, Dr. André Balbi, enaltece o trabalho dos profissionais. “Nosso hospital se orgulha de profissionais tão comprometidos e dedicados neste momento de pandemia, e pessoalmente, agradeço a iniciativa, protagonismo e experiência não só adquirida, mas compartilhada”, finaliza.