Menina de 9 anos diz ter sido molestada por homem durante churrasco em Piracicaba

Caso aconteceu na região do bairro São Jorge e será investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM)

Uma menina de 9 anos afirmou à família que foi molestada sexualmente por um ajudante geral de 54 anos, neste final de semana, durante um churrasco no bairro São Jorge, periferia de Piracicaba (SP). O suspeito chegou a ser agredido no local, segundo informações da Polícia Militar, e será investigado, mas não foi preso.

Conforme registro da Polícia Civil sobre o caso, a PM foi chamada para averiguar uma suspeita de tentativa de estupro na Rodovia Samuel de Castro Neves (SP-147). A mãe da criança, uma autônoma de 32 anos, afirmou aos policiais que mora em outro bairro, mas estava no São Jorge com a filha porque tem um terreno no local e participava de um churrasco de confraternização com moradores.

clique na imagem e saiba mais

Por volta das 19h, de acordo com a mulher, a menina disse que precisava ir ao banheiro e entrou na casa do ajudante geral. Logo em seguida, a criança saiu do imóvel e afirmou que o homem teria pedido para que ela lhe mostrasse o peito. Quando a garota se negou, o suspeito teria passado a mão no peito da vítima, conforme o relato aos policiais.

Os PMs registraram que o homem teria sido agredido no churrasco após as declarações da criança, mas ele negou ter cometido o abuso. O ajudante geral disse aos policiais que apenas segurou a menina para que ela não entrasse na casa porque poderia tirar itens da geladeira.

Na delegacia, diante de um dos PMs, o delegado conversou separadamente com a criança e com o suspeito, separadamente, e ambos mantiveram as mesmas versões. Como nenhuma testemunha presenciou o fato e como não houve convicção do abuso praticado, o homem não ficou preso em flagrante.

A ocorrência foi encaminhada pelo plantão policial para que seja apurada pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).