MG: Lula sobre drone que jogou fezes em militantes: ‘Canalha’

PUBLICIDADE

Ataques aconteceram nesta quarta-feira (15/6), em Uberlândia, no Triângulo Mineiro; três pessoas foram identificadas e presas pela Polícia Militar.

“Um canalha que coloca drone para jogar sujeira em cima de homens, mulheres e crianças não é um ser humano normal”, declarou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), nesta quarta-feira (15), em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, durante seu primeiro evento com a presença Alexandre Kalil (PSD), pré-candidato ao governo de Minas.

No início da noite, a Polícia Militar prendeu dois suspeitos de atirar fezes e urina por meio de um drone durante encontro político, que contou ainda com a presença do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Outro indivíduo já havia sido preso mais cedo. Os dejetos foram arremessados por volta das 16h30.
 
“O que vimos aqui não pode ser de um ser humano normal. Nunca fiz um inimigo no país. A prova disso é que Alckmin foi meu adversário em 2006; em 2022, será meu vice. Ele é um democrata”, declarou o petista.
 
Na sequência, Lula disse que “esse cidadão não é da turma do Tiradentes, mas do Silvério dos Reis”. “Não é da turma do Tancredo, mas dos que deram o golpe em 1964. Um cidadão desses não merece o nosso respeito. Não vamos tratá-los como nos tratam, pois somos civilizados”, concluiu.
PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP