Mini elétrico lançado no Salão de Frankfurt será vendido no Brasil

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp


Empresa afirma que estuda comercialização do Cooper SE para 2021. 

Por André Paixão, G1 — Frankfurt, Alemanha – o jornalista viajou a convite da Anfavea

A Mini lançou nesta terça-feira (10) no Salão de Frankfurt, na Alemanha, a versão elétrica do Cooper, seu modelo mais emblemático. A produção na Inglaterra começa no novembro.

Procurada, a Mini afirmou que há estudos para vender o modelo no Brasil em 2021. No entanto, o lançamento está confirmado ainda para o final do ano que vem.

Batizado de SE, o Mini elétrico tem motor de 32,6 kWh, com bateria de íons de lítio subdividida em 12 módulos. São 187 cavalos de potência e torque instantâneo de 27,5 kgfm.

Somados aos 1.365 kg do modelo (145 kg a mais em relação ao Cooper S), os números do SE resultam em uma aceleração de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos. A velocidade máxima é limitada em 150 km/h.

A autonomia varia entre 235 e 270 km, de acordo com o modo de condução, que são quatro: MID (normal), Sport, Green e Green+. Na última, diversas funções são limitadas ou desativadas para maior rendimento da bateria, como ar-condicionado e aquecimento dos bancos.