Mini elétrico lançado no Salão de Frankfurt será vendido no Brasil

Empresa afirma que estuda comercialização do Cooper SE para 2021. 

Por André Paixão, G1 — Frankfurt, Alemanha – o jornalista viajou a convite da Anfavea

A Mini lançou nesta terça-feira (10) no Salão de Frankfurt, na Alemanha, a versão elétrica do Cooper, seu modelo mais emblemático. A produção na Inglaterra começa no novembro.

clique na imagem e saiba mais

Procurada, a Mini afirmou que há estudos para vender o modelo no Brasil em 2021. No entanto, o lançamento está confirmado ainda para o final do ano que vem.

Batizado de SE, o Mini elétrico tem motor de 32,6 kWh, com bateria de íons de lítio subdividida em 12 módulos. São 187 cavalos de potência e torque instantâneo de 27,5 kgfm.

Somados aos 1.365 kg do modelo (145 kg a mais em relação ao Cooper S), os números do SE resultam em uma aceleração de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos. A velocidade máxima é limitada em 150 km/h.

A autonomia varia entre 235 e 270 km, de acordo com o modo de condução, que são quatro: MID (normal), Sport, Green e Green+. Na última, diversas funções são limitadas ou desativadas para maior rendimento da bateria, como ar-condicionado e aquecimento dos bancos.