Ministério Público entra com ação contra organizadores de festas clandestinas

Promotor pede que os três homens sejam condenados a pagar multa de R$ 100 mil cada.

O Ministério Público entrou com uma ação civil contra três organizadores de festas clandestinas, em São José do Rio Preto (SP).

De acordo com a ação, eles foram flagrados organizando uma festa com cerca de 400 pessoas na Estância Bela Vista, em novembro de 2020. A festa foi interrompida depois da chegada de equipes da Vara da Infância e Juventude e da Guarda Civil Municipal (GCM).

O Ministério Público pede que os três sejam condenados a pagar multa de R$ 100 mil cada. Para um dos organizadores já havia uma liminar judicial que proibia a realização de festas, também com multa de R$ 100 mil.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT