Motoboy vítima de racismo em SP é contratado por agência de publicidade

No vídeo, o entregador Matheus Pires tenta argumentar com um homem branco, o qual ofende o profissional e comete injúria racial.

Por ISTOÉ Independente

O motoboy Matheus Pires Barbosa, de 19 anos, foi contratado pela Avellar, agência de publicidade especializada em estratégias digitais que tem Ambev, Tinder, MRV e XP Investimentos no portfólio de clientes. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, ele irá atuar como editor de vídeo na unidade da Vila Olímpia na capital paulista, com salário que varia de R$ 3 mil a R$ 12 mil.

Matheus Pires foi vítima de racismo ao fazer uma entrega em um condomínio em Valinhos, no interior de São Paulo, no último dia 31. Após o vídeo viralizar nas redes sociais, o jovem ganhou duas motos novas, uma vaquinha virtual que já conta com mais de R$ 199 mil. Ele também conquistou mais de 2 milhões de seguidores no Instagram.

clique na imagem e saiba mais

A primeira moto que Matheus ganhou foi dada pelo humorista Matheus Ceará e pelo grupo Razões para Acreditar. A segunda foi um presente do apresentador Luciano Huck.

Relembre o caso

No vídeo, o entregador Matheus Pires tenta argumentar com um homem branco, o qual ofende o profissional e comete injúria racial. Apesar do caso ter acontecido no último dia 31 de julho em Valinhos, no interior paulista, o episódio ganhou notoriedade no dia 7 deste mês.

A discussão começa com Mateus Almeida Prado, de camisa azul e bermuda, perguntando quanto o entregador ganha por mês. Na sequência, o agressor diz que o jovem “não tem onde morar”.

“Você tem inveja disso aqui. Tem inveja dessas famílias aqui. Você tem inveja disso aqui também [passando a mão no antebraço]. Você nunca vai ter. Eu já nasci rico. Você é semi-analfabeto”, disse o homem.

O gesto feito pelo morador do condomínio já foi usado diversas vezes, de forma pejorativa, quando alguém quer se referir ao tom de pele. Sem elevar o tom de voz ou ofender o homem, o entregador responde: “Você conseguiu por quê? O seu pai te deu?”, questiona.