Motoqueiro tenta dar fuga da Guarda Civil e se dá mal em Cordeirópolis, SP

O motoqueiro só não contava que o Sistema de Monitoramento conta com banco de dados de pesquisas e foi possível identificar a placa da moto e os dados de endereço do proprietário.

Na manhã desta terça-feira (17), durante patrulhamento de rotina pelo município de Cordeirópolis (SP), a viatura da Guarda Civil Municipal se deparou com uma motocicleta transitando na contramão pela rua 13 de Maio, dando imediata ordem de parada que não foi obedecida pelo motoqueiro, muito pelo contrário: empinou a moto e partiu em fuga em alta velocidade.

A equipe composta pelos GCMs Adauto, Marcos e Vilson procedeu com o acompanhamento. Em dado momento, o motociclista freou de forma brusca e causou um acidente com a viatura, que chocou-se em sua traseira.
Para fugir da abordagem, o motoqueiro atravessou o Viaduto Moises Tocchio que passa sobre a Rodovia Washington Luiz e desceu as escadas de pedestres tomando rumo ignorado, novamente colocando em risco quem por ali transitava.

O motoqueiro só não contava que o Sistema de Monitoramento conta com banco de dados de pesquisas e foi possível identificar a placa da moto e os dados de endereço do proprietário que informou as viaturas, sendo em seguida a moto e o condutor localizado na residência.

Diante das circunstâncias do flagrante de Transitar pela contramão (Art. 186 – CTB), Direção Perigosa (Art. 175 CTB) e Transitar com o veículo em passeio público (Art. 193 – CTB), a motocicleta e o condutor foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil para registro dos fatos, lavratura dos Autos de Infrações, condutor ouvido em Termo Circunstanciado e liberado, podendo ainda após responder Processo Administrativo que poderá cassar sua Carteira Nacional de Habilitação.

“Nessa ocorrência percebemos o quanto este condutor foi imprudente, podendo ter acarretado em uma tragédia contra a própria vida, atropelamento de um idoso, uma criança ou quem quer que seja e o que espanta é a motivação, na maioria das vezes por puro divertimento. Com certeza esse condutor irá se arrepender do que fez e que sirva de exemplo para tantos outros que praticam do mesmo ato, visto que chegam várias denúncias sobre esse tipo de ato”, disse Adauto.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT