Motorista de transporte por aplicativo é encontrado morto em canavial de Paulínia, SP

Rony Paulime, que é haitiano, foi achado com três ferimentos na cabeça ao lado do veículo. Caso foi registrado como homicídio, mas pode mudar para latrocínio porque a carteira e o celular não foram localizados.

Um motorista de transporte por aplicativo de 34 anos foi encontrado morto em um canavial em Paulínia (SP), na noite de domingo (10), na estrada que liga o município a Sumaré (SP).

O homem, que é haitiano, estava do lado de fora do veículo com três ferimentos na cabeça. Uma pedra estava dentro do automóvel e, segundo a Polícia Civil, foi utilizada no crime.

A investigação vai apurar se o homem estava fazendo corridas e se os suspeitos utilizaram o serviço antes de matar a vítima. A carteira e o celular do motorista não foram localizados. O caso foi registrado como homicídio, mas a qualificação ainda pode mudar para latrocínio, considerando o desaparecimento dos pertences.

Carro de motorista de aplicativo encontrado morto foi encontrado próximo ao corpo da vítima em um canavial — Foto: Reprodução/EPTV

Foi encontrado a 500 metros do veículo

O local não tem câmeras de segurança e não havia testemunhas no momento do crime. O carro estava com o vidro quebrado e o corpo do homem foi encontrado a 500 metros do veículo. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Paulínia.

Segundo relato do irmão da vítima à Polícia Civil, Rony Paulime atuava como motorista de aplicativo na região de Campinas e, no período da noite, também trabalhava como chapeiro.

Em nota, a Uber informou “lamentar profundamente que cidadãos sejam vítimas da violência urbana que permeia nossa sociedade”, mas destaca que “ao que tudo indica pelas informações apresentadas, o caso não teria ocorrido durante viagem com o aplicativo da Uber, já que a conta do motorista estava desativada”.

Já a 99 disse lamentar “profundamente a violência sofrida pelo motorista”, mas ressalta que “a ocorrência não se deu na utilização da plataforma”. Ele tinha ido à igreja na manhã de domingo e não tinha desafetos conhecidos, de acordo com o familiar.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT