Mulher de 55 anos morre após ser esfaqueada pelo companheiro na região norte de Araras, SP

PUBLICIDADE

Autor do feminicídio foi preso pela Força Tática. A motivação do assassinato será investigado pelo setor de inteligência da Polícia Civil.

Uma catadora de reciclagem de 55 anos, foi esfaqueada e morta pelo companheiro na noite desta sexta-feira (17), no Conjunto Residencial Prefeito Professor Milton Severino, região norte de Araras (SP). O nome da vítima não foi divulgado.

De acordo com informações levantadas pelo site Repórter Beto Ribeiro, com a chegada das equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e resgate do Corpo de Bombeiros, no local constatou-se que ela não resistiu aos ferimentos e já estava em óbito. 

A Polícia Militar preservou o local até a chegada dos peritos do Instituto de Criminalística. O corpo da vítima foi levado para o IML – Instituto Médico Legal de Limeira (SP). 

Assassino confessou o crime

Poucas horas depois do feminicídio, os policiais militares soldado Casemiro e soldado Vechietin, estavam em patrulhamento com vistas ao autor do crime, quando receberam informações através do COPOM que o mesmo estava pelo Jardim São João.

Imediatamente a equipe foi até a rua Sorocaba, onde havia a indicação que ele estaria, quando no cruzamento com a rua Rio Claro, avistaram um indivíduo com as características informadas. Ele foi abordado sem tempo de reação, em busca pessoal nada de ilícito localizado, e  ao ser indagado confessou ter matado a esposa.

Diante da situação ele recebeu voz de prisão em flagrante, sendo conduzido ao plantão da Central de Polícia Judiciária, onde após ser ouvido pela autoridade presente, permaneceu à disposição da Justiça. A ação contou com apoio do sargento Isaías, cabo Wilson, cabo Antonieto, cabo Ruiz e cabo Gallo.

A motivação do assassinato será investigada pelo setor de inteligência da Polícia Civil, sob o comando do delegado Tabajara Zuliani dos Santos. Pelas redes sociais, pessoas que a conheciam do bairro lamentaram o fato que repercutiu gerando comoção e revolta da população. Veja abaixo:

PUBLICIDADE

É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo sem prévia autorização do autor. #DigaNãoAFakeNews

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP