Mulher é morta a tiros e filho e baleado pelo ex-marido que não aceitava o fim do relacionamento

PUBLICIDADE

A manicure Fabrícia Carneiro Santos, 24, morreu no local, uma casa na rua Eduardo Prado. Já o filho do casal – um menino de 3 anos – foi atingido na perna direita e de raspão no braço esquerdo. A suspeita da polícia é que a criança estava no colo da mãe no momento dos disparos.  

A Polícia Civil apreendeu quatro cartuchos íntegros de revólver encontrados na meia do homem indiciado por matar a ex-mulher a tiros e balear o filho do casal nesta terça-feira (5), na Vila Tibério, zona Oeste de Ribeirão Preto.  

Segundo o boletim de ocorrência (BO), foram encontrados outros cinco cartuchos deflagrados no revólver calibre 38 que estava ao lado de Rodrigo dos Santos Silva, de 33 anos. Ele tentou se matar com um tiro na cabeça e foi socorrido, conforme a polícia. A arma utilizada no crime havia sido roubada de um vigilante.  

PUBLICIDADE

A manicure Fabrícia Carneiro Santos, 24, morreu no local, uma casa na rua Eduardo Prado. Já o filho do casal – um menino de 3 anos – foi atingido na perna direita e de raspão no braço esquerdo. A suspeita da polícia é que a criança estava no colo da mãe no momento dos disparos.   

Ainda conforme o BO, Silva não aceitaria o fim de relacionamento com Fabrícia, ocorrido há dez dias. O menino e o pai foram socorridos e permanecem internados no Hospital das Clínicas – Unidade de Emergência (HC-UE)

O caso foi registrado na CPJ (Central de Polícia Judiciária) Permanente como feminicídiotentativa de homicídio e tentativa de suicídio, e será encaminhado para investigação do 3º Distrito Policial. Silva deverá ser encaminhado à audiência de custódia, depois que tiver alta médica.  O menino teve alta médica na tarde desta sexta-feira (8).

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP