Mulher é morta e enterrada em casa após ir atrás de ladrão de celular em SP

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp

Investigação apontou que o suspeito havia furtado celular da vítima, que foi cobrá-lo para devolver o aparelho. Mulher ficou desaparecida por um mês, até ser encontrada morta.

As investigações levaram os policiais até residência do suspeito, mas não conseguiram localizá-lo. Nas buscas autorizadas pela Justiça, os investigadores voltaram à casa em uma comunidade no município e a encontraram em situação aparente de abandono.

Ao notar terra revirada em um dos cômodos, um policial fez uma breve escavação e encontrou o corpo de uma mulher em estado avançado de decomposição. Uma tatuagem no pescoço ajudou um familiar a reconhecer que tratava-se de Andressa.

A localização do corpo fez com que o juiz Alexandre Torres de Aguiar, da 1ª Vara Criminal de São Vicente (SP), ordenasse a prisão de Leandro, cujo paradeiro ainda é incerto. A suspeita é que ele tenha fugido ao Paraná, estado de nascimento.

A polícia pede que qualquer informação sobre o paradeiro do suspeito seja informado, mesmo de que forma anônima. O telefone do Disque-Denúncia é 181.