Mulher é presa por tentativa de homicídio após abandonar sua bebê recém-nascida em pasto

Mulher disse aos policiais que ninguém sabia que ela estava grávida e por já ser mãe e não ter condições de criar outro filho tomou a atitude de deixar a criança na área de pastagem.

A Polícia Civil prendeu na tarde desta sexta-feira (8) uma mulher, de 20 anos, por tentativa de homicídio após abandonar sua bebê recém-nascida em uma área de pastagem, no Jardim das Flores, em Emilianópolis (SP).

Por volta das 11h30, a Polícia Civil foi informada de que populares haviam encontrado a menina recém-nascida que ainda estava com parte do cordão umbilical junto ao corpo. A Polícia Militar foi acionada e rapidamente compareceu ao local.

Segundo a Polícia Civil, a criança foi abandonada em uma área de pastagem próxima ao bairro Vila Continental, em um dos extremos do município de Emilianópolis. Trata-se de uma menina, com 45 centímetros de altura, pesando 2,6 quilos, com cabelo preto, olhos castanhos e pele branca, de acordo com a polícia.

A bebê foi levada ao Posto de Saúde do município para os primeiros atendimentos médicos e depois encaminhada ao Hospital Estadual (HE), em Presidente Prudente (SP). Segundo informações médicas, a criança passa bem e não corre qualquer risco.

Após tomarem conhecimento do ocorrido, o delegado responsável pelo caso, Daniel Aparecido Viudes, e os investigadores da Polícia Civil obtiveram a informação de que em uma residência próxima ao local havia possíveis manchas de sangue no quintal.

Ao ser questionada sobre o assunto, a moradora, uma moça de 20 anos, negou envolvimento com o caso, dizendo, em princípio, que estava em seu período menstrual e com hemorragia.

Os policiais civis realizaram diligências e encontraram no quintal várias manchas de substância avermelhada, roupas e o lençol do quarto da jovem também com machas assemelhadas a sangue. Novamente questionada e após inúmeras contradições constatadas pelos policiais, a mulher confessou ter abandonado a criança, conforme a Polícia Civil.

A jovem disse aos policiais que ninguém sabia que ela estava grávida e ainda justificou que, por já ser mãe e não ter condições de criar outro filho, acabou tomando essa atitude no começo da madrugada.

Ainda segundo a Polícia Civil, a mulher foi autuada em flagrante por tentativa de homicídio e ficará à disposição da Justiça. A criança ficará sob os cuidados da rede de proteção do município de Emilianópolis. A Polícia Científica foi acionada para periciar o local onde a criança foi abandonada.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT