Mulher é resgatada pelos bombeiros após queda de 20 metros no ‘Vale da Morte’, em SP

Ela foi encontrada ferida pelos bombeiros durante a madrugada, por volta de 1h, mas o resgate não aconteceu por causa da escuridão. 

Uma mulher que fazia trilha no chamado ‘Vale da Morte’, na serra de Paranapiacaba, na Grande SP, sofreu uma queda de 20 metros de altura neste domingo (25) e foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros nesta segunda-feira (26). 

Os bombeiros localizaram a vítima ainda com vida durante a madrugada, por volta das 1h, mas a escuridão impediu que o resgate fosse feito na mesmo dia. Os soldados passaram a noite com ela e mais uma amiga, que tinha apenas fratura no pé, e fizeram a remoção das duas no início da manhã.

A mulher mais ferida foi removida pelo helicóptero Águia, da Polícia Militar, enquanto a amiga foi retirada da mata com fratura no tornozelo, por uma trilha.

Mulher resgatada pelos bombeiros após queda no ‘vale da morte’, em Paranapiacaba, São Paulo. — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Resgate por ajuda de QR Code

“Lá na trilha de Paranapiacaba a gente já mapeou, temos uns QR Codes espalhados na trilha. Porque as pessoas quando se perdem ou acontece alguma coisa, elas podem tirar uma foto e passar pra gente qual o trajeto que ela está fazendo. Isso facilitou demais pra gente chegar até lá”, afirmou o Major Palumbo, porta-voz do Corpo de Bombeiros.

Segundo ele, os dispositivos foram colocados no local justamente para facilitar o trabalho dos bombeiros, que constantemente são acionados para resgatar aventureiros na região. Quinze viaturas dos bombeiros participaram da operação em Paranapiacaba desde domingo (25).

Mulher resgatada pelos bombeiros após queda no ‘vale da morte’, em Paranapiacaba, São Paulo. — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Vale da Morte

O ‘Vale da Morte’ é um espaço na Serra de Paranapiacaba, em Santo André, muito frequentado por quem gosta de trilhas e faz a travessia em direção à cidade de Cubatão, no litoral de SP.

O trecho de cerca de 12 quilômetros é conhecido como ‘Trilha do Funicular”, por causa da antiga linha de trem desativada do Sistema Funicular, que funcionou na Serra do Mar até os anos 80, entre Jundiaí e Santos.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT