Mulher leva golpe de R$ 25 mil de “namorado” virtual

PUBLICIDADE

Ele manteve relacionamento com mulher durante 2 meses, mas a bloqueou após receber o dinheiro.

A esteticista Lidiane Pereira, de 26 anos, afirma que foi vítima de um golpe aplicado pelo próprio namorado, Eduardo Thomas Nunes Setnacla, de 33 anos. O prejuízo, segundo ela, foi de R$ 25 mil, dinheiro obtido com a venda do carro da mãe dela. O caso aconteceu em Goiânia, Goiás.

Lidiane conheceu o rapaz no Tinder, aplicativo de relacionamento, e chegou a encontrá-lo pessoalmente em algumas oportunidades durante dois meses. No entanto, tudo desandou quando Thomaz a convenceu a investir dinheiro na compra de Iphones e desapareceu com a quantia. A jovem disse que, ao cobrá-lo, foi ameaçada de morte.

– Eu tinha um carro que estava me dando despesa, vendi para investir em celulares. Os celulares chegaram na casa dele, ele vendeu, mudou de apartamento e eu não consegui mais contato. Sumiu, me bloqueou de tudo, diz que perdeu o dinheiro. Quero que todo mundo saiba quem ele é – desabafou em sua rede social.

O romance aconteceu entre agosto e setembro de 2021, mas Lidiane só conseguiu prestar depoimento em novembro à Polícia Civil e agora decidiu expor o caso nas redes sociais. A esteticista contou que desenvolveu sentimentos por Eduardo e criou um laço de confiança. Por causa disso, ficou muito baqueada ao perceber que foi vítima de um golpe.

PUBLICIDADE

– Foi um golpe financeiro e emocional. Veio da pessoa que eu menos esperava – lamentou.

O caso foi investigado pela PC, que indiciou Eduardo pelos crimes de ameaça e estelionato em fevereiro de 2022. O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) também o denunciou pelos mesmos crimes, e a denúncia foi aceita pela Justiça em abril.

Após uma reportagem da TV Record em que Lidiane contou sobre o crime, Eduardo a desbloqueou e chegou a prometer que devolveria o dinheiro. Ele prometeu repassar R$ 5 mil, caso a moça desistisse de denunciá-lo na delegacia. Na última semana, Lidiane denunciou a situação em sua conta no Tik Tok e o vídeo teve mais de 2 milhões de visualizações.

SUMIÇO E ANTECEDENTES

A Polícia Civil de Goiás tentou intimar Eduardo para prestar depoimento na delegacia por diversas vezes. No entanto, não houve sucesso. Até o dono do apartamento que ele alugava em um setor nobre de Goiânia foi ouvido, mas ele relatou que o suspeito deixou o local em novembro e nunca mais foi visto.

Um irmão de Eduardo também disse que não tinha mais contato com o suspeito. Ele ainda revelou que não é a primeira vez que alguém procura a família alegando que foi vítima de golpe praticado por Eduardo.

PUBLICIDADE
CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP