Mulher morre após cirurgia para colocar silicone no interior de SP

Natacha Silvério, 28 anos, estava internada em estado grave em Piracaia, no interior de São Paulo, por complicações após a cirurgia plástica.

A jovem Natacha Silvério, de 28 anos, morreu na tarde dessa quarta-feira (9) na Santa Casa de Piracaia, no interior de São Paulo, por complicações de uma cirurgia para implante de silicone.

A mulher estava internada em estado grave desde 27/2 quando a cirurgia plástica foi realizada pelo médico Pietro Petri, segundo o G1. Natacha passou pela operação para colocar duas próteses de 380 ml nos seios no centro cirúrgico alugado no hospital.

A família de Natacha acusa Petri de negligência médica. De acordo com o advogado dos familiares, Carlos Henrique da Silva, a jovem teve uma paralisia pulmonar e o quadro teria se agravado por não ser socorrida pelo médico.

Familiares de Natacha afirmam que ela não contou nem para eles e nem para os amigos que faria o procedimento. Desta forma, a jovem foi para o hospital sem um acompanhante.

A polícia investiga o médico e a santa casa. Segundo a Polícia Civil, Petri deixou Natacha quando aconteceu a complicação cirúrgica e não a socorreu. O médico negou isso e afirmou ao G1 que a paciente estava com a equipe médica do hospital.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP