Mulher que sofreu aborto é presa pela PM após sequestrar recém-nascido da vizinha

Ela foi descoberta por parentes que desconfiaram que o bebê não era dela e o devolveram para a mãe verdadeira.

Uma operação da Polícia Militar e Civil recuperou, na noite da quarta-feira (9), um recém-nascido de 23 dias que foi sequestrado em São João da Boa Vista (SP). Uma mulher que sofreu um aborto espontâneo e foi presa em flagrante.

Segundo o delegado da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Fabiano Antunes, a mãe do bebê e a sequestradora eram vizinhas e moravam no bairro Vila Estrela. Ainda de acordo com o delegado, durante a tarde, Jamily Aparecida Ribeiro invadiu a casa da vizinha com duas facas e, sob ameaça, conseguiu roubar o recém-nascido.

Após o crime, ela chamou um carro por aplicativo e fugiu para a casa de parentes, em Mogi Guaçu, a cerca de 63 km de São João. “Essa moça [suspeita] realmente em uma situação de desespero, havia perdido o filho, resolveu sequestrar, roubar o filho da vizinha, apresentando para a família dela como se fosse dela”, disse o delegado.

A mulher foi presa ao retornar para São João da Boa Vista. Ela passou por audiência de custódia, na tarde desta quinta-feira (10), e permanecerá na cadeia. Nossa reportagem não localizou o advogado da mulher para comentar o caso.

Parentes suspeitaram

Aos policiais, a família da sequestradora informou que ela teria chegado na casa deles e disse que o bebê era filho dela. Desconfiados, eles procuraram o hospital e descobriram que ela não havia realizado nenhum parto.

Além disso, descobriram que ela havia sofrido um aborto espontâneo. “Os familiares dela então pegaram a criança e retornaram com a sequestradora para São João da Boa Vista. Nesse meio tempo a equipe de investigação estava na rua e assim que ela chegou na central de polícia, a criança foi devolvida à mãe pela mãe da sequestradora”, explicou o delegado.

Segundo o delegado, Jamily ficou dentro do carro e não se apresentou à polícia. Uma investigadora percebeu a situação e fez a prisão dela em flagrante.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP