Mulher samba ao fraudar saque de auxílio emergencial e acaba presa

A Polícia Federal vai ser a responsável pelas investigações.

Duas mulheres foram presas por supostas fraudes no Auxílio Emergencial. As prisões aconteceram neste sábado (24), na Zona Norte da cidade de São Paulo (SP). As imagens de segurança mostraram que uma das mulheres sambou no momento em que conseguiu roubar o dinheiro.

Mas a festa acabou logo depois. É que a Polícia chegou no local e prendeu as duas mulheres que estavam sacando o dinheiro. De acordo com as informações da própria Polícia, elas irão passar por uma investigação por estelionato. A Polícia Federal vai ser a responsável pelas investigações.

Pouco se sabe sobre esse caso ainda, mas a Polícia confirmou que as mulheres estavam fazendo os saques irregulares usando cartões clonados. E não eram poucos. Os policiais disseram que elas estavam com 14 cartões no momento em que receberam a voz de prisão.

Além disso, as duas mulheres estavam portando juntas cerca de R$ 2.300. Não está claro se este montante é completamente dos roubos do Auxílio Emergencial, mas é provável que sim. Pelo menos essa é a principal linha de investigação da polícia até este momento.

Os policiais também acreditam que essas duas mulheres não agiam sozinhas. De acordo com a PF, é provável que elas façam parte de uma das dezenas de quadrilhas que se especializaram em fraudar o Auxílio Emergencial pelo país. O Ministério da Cidadania, que responde pelo Auxílio, não fez nenhum comentário sobre o caso.

Segurança no Auxílio

Esse não foi o primeiro, e certamente não será o último caso de fraude no Auxílio Emergencial do Governo Federal. De acordo com as informações do Tribunal de Contas da União (TCU), o Planalto perdeu mais de R$ 54 bilhões em pagamentos indevidos do Auxílio em 2020.

Dentro do próprio Governo Federal, há o consenso de que essas fraudes seguirão acontecendo. No entanto, agora a ordem é tentar fazer ao máximo com que elas não se repitam no mesmo nível. Por isso, eles estão aumentando o processo de segurança no pagamento do programa.

A Caixa Econômica Federal, por exemplo, sugeriu que os usuários do aplicativo Caixa Tem atualizassem os seus apps. Isso foi portanto uma forma de tentar aumentar essa segurança nas contas dos beneficiários, mas ninguém foi obrigado a passar por esse processo.

Valores

De acordo com o Governo Federal, o novo Auxílio Emergencial está pagando quatro parcelas de valores que variam entre R$ 150 e R$ 375. Esses valores são, em geral, mais baixos do que aqueles que o próprio Governo Federal pagou durante todo o ano passado.

O Palácio do Planalto argumenta que esses são os valores máximos que eles estão podendo pagar. Isso porque, ainda na visão do Governo, o país não pode gastar muito neste momento. Por isso, eles decidiram diminuir sensivelmente os valores do programa.

Além disso, o Governo só pode gastar até R$ 44 bilhões com os pagamentos do Auxílio Emergencial este ano. O Governo tinha bem mais do que isso no ano passado. Mesmo assim, o Ministro da Economia, Paulo Guedes, não descarta uma prorrogação nas parcelas do benefício.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT