Mulher tem carro atacado ao invadir praia e tenta atropelar agressor no litoral de SP

Primeiramente o caso ocorreu em Peruíbe, no litoral paulista. Segundo a prefeitura, casal teve um desentendimento com um morador local.

Mulher tem carro atacado

Um casal entrou de carro em uma praia de Peruíbe, no litoral de São Paulo, causando uma grande confusão. Após o ocorrido, mulher tem carro atacado e acabou sendo alvo de diversas pedradas. Por isso, a motorista colidiu o automóvel ao tentar, segundo testemunhas, atropelar o autor das agressões. A ação foi registrada por moradores e compartilhada nas redes sociais. Segundo a Secretaria Municipal de Defesa Social, os envolvidos chegaram a ser multados por estarem indevidamente na praia.

O caso ocorreu na Praia do Guaraú, nesta sexta-feira (1º). Segundo a prefeitura, o casal entrou com o carro na faixa de areia e teve um desentendimento com um morador local. O vídeo registra o momento em que o veículo se aproxima do morador, que pega uma pedra e a joga contra o para-brisa do automóvel, quebrando o vidro. 

clique na imagem e saiba mais
Mulher tem carro atacado
Mulher tem carro atacado


O morador dessa forma repete a ação e joga outra pedra, causando mais danos à parte frontal do carro. Também nesse momento, a condutora dá ré no veículo e, depois, segue em direção ao agressor, segundo testemunhas, tentando atropelá-lo. No entanto, ao acelerar, bate contra as pedras ao lado do portal da praia, destruindo parte da frente do automóvel. Na sequência, o casal sai do carro, e eles continuam a discussão.

Mulher tem carro atacado


Segundo a prefeitura, depois da confusão, o casal deixou o local e foi embora. Apesar do impacto, nem a mulher, que conduzia o veículo, nem o homem, que estava no banco do passageiro, ficaram feridos. A filmagem mostra o momento da briga teve grande repercussão nas redes sociais.

Mulher tem carro atacado

Por isso a Secretaria Municipal de Trânsito foi acionada. De acordo com o responsável pela pasta de Defesa Social, não foi feito o recolhimento do veículo porque, depois da confusão, o proprietário chegou ao local e falou que o casal havia pegado o carro emprestado. Por tanto a secretaria ainda informa que os envolvidos não foram à delegacia, e que foram feitas autuações de competência do trânsito municipal.