Najila entrega novo celular para a polícia após sumiço do aparelho que usou para falar com Neymar, diz advogado

“Este aparelho não tem relação com os fatos. Ela comprou um novo depois que o anterior desapareceu não se sabe como”, diz Cosme Araújo. Equipamento será periciado.

A modelo Najila Trindade Mendes de Souza, que acusa o jogador Neymar de estupro e agressão, entregou um novo celular à polícia, quando prestava declarações na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) na Zona Sul de São Paulo. O aparelho foi comprado por ela depois que o antigo celular, usado por ela para falar com o jogador, sumiu.

“Este aparelho não tem relação com os fatos. Ela comprou um novo depois que o anterior desapareceu não se sabe como. A delegada pediu para ficar com o aparelho e a Najila entregou de livre e espontânea vontade”, disse o novo advogado dela, Cosme Araújo.

O celular deixado por Najila com a polícia será levado para peritos da Polícia Técnico-Científica de São Paulo. Segundo o advogado, Najila conseguiu reabilitar a antiga linha telefônica usada por ela quando combinou o encontro em Paris com Neymar. Agora, os peritos tentarão resgatar os arquivos e os dados enviados por ela por meio da linha telefônica.

Nesta quarta-feira (19), Cosme Araújo protocolou o pedido de acareação entre Najila e o jogador Neymar para ajudar no esclarecimento do caso. Ele reconhece que não existe previsão legal para esse procedimento, mas ele quer debater essa possibilidade com a delegada. Ele também disse que o vídeo de sete minutos que ainda não foi divulgado mostraria Neymar consolando a modelo.

A acareação é a confrontação de duas ou mais testemunhas, entre si ou com as partes, cujos depoimentos anteriores não foram suficientemente esclarecedores.

O jogador Neymar Junior acusado de estupro pela modelo Najila Trindade, chega para depor na 6º Delegacia da Mulher de Santo Amaro, zona sul da capital paulista na tarde desta quinta-feira (13). — Foto: MAURICIO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Esclarecimentos

Najila chegou por volta das 11h40 desta terça-feira, acompanhada de seu novo advogado, e saiu às 15h50. Ela foi à delegacia que fica ao lado para falar sobre o caso do arrombamento do seu apartamento e ficou lá até o início da noite.

Najila falou por mais de 7 horas nas duas delegacias sobre a acusação de estupro, arrombamento que ela disse que houve no seu apartamento, sobre a acusação que fez ao primeiro advogado de ter tentado extorquir dinheiro do jogador. Ela negou ter pedido dinheiro e disse que não autorizou qualquer proposta de acordo financeiro em seu nome.

Por carta precatória, falou sobre o inquérito contra o Neymar por ele ter divulgado fotos íntimas de Najila na internet, cuja investigação é feita no Rio de Janeiro.

Siga Beto Ribeiro Repórter e FATOS POLICIAIS no facebook, e fique por dentro de todas as novidades!