Namorado de jovem transexual encontrada morta é preso em SP

Luara Redfield, de 23 anos, estava desaparecida desde 10 de agosto, quando foi vista pela última vez na Praça Kiko e Chiko com o namorado e alguns amigos. Corpo foi encontrado neste sábado (22).

O namorado da jovem transexual que estava desaparecida desde o dia 10 de agosto foi preso neste sábado (22) após ela ser encontrada morta em Mairinque (SP).

Luara Redfield, de 23 anos, foi vista pela última vez na Praça Kiko e Chiko com o namorado e alguns amigos. Parentes da Luara contaram que ela e o companheiro Jonathan Richard Moreira teriam discutido no dia do desaparecimento. Ele ainda compartilhou uma postagem sobre o desaparecimento da namorada nas redes sociais, e isso gerou revolta nos internautas. “O cara é tão desgraçado, que matou a jovem e ainda publicou aqui pra encontrar ela, sendo que ele que o matou”.

clique na imagem e saiba mais

Segundo a polícia, Jonathan confessou ter matado a jovem durante interrogatório neste sábado, na delegacia em Mairinque, logo após o corpo da vítima ser encontrado em uma área de pasto no Jardim Vitória.

A Polícia Civil pediu e a Justiça expediu o mandado de prisão temporária do rapaz por 30 dias. Jonathan foi encontrado em um hotel, no Centro de São Roque, cidade vizinha.

Anteriormente, o namorado de Luara havia dito à polícia que no dia do desaparecimento dela pegou um ônibus, foi para São Roque e depois para Itapevi, onde mora. Alegou também que, na ocasião, a jovem teria ficado na praça depois que os dois se despediram. A corporação informou que a jovem estava morta há alguns dias.

Luara Redfield estava desaparecida desde o dia 10 de agosto em Mairinque — Foto: Instagram/Reprodução

Relembre o caso

O corpo da jovem foi encontrado em uma área de pasto próximo a avenida Milton Cardoso Leite, por volta de 12h30, perto de um pontilhão da linha férrea.

Internautas lamentaram o ocorrido nas redes sociais. “Mais um terrível crime contra o mundo LGBT que não pode se calar. Que as autoridades façam de tudo para achar os culpados dessa barbárie. Fica aqui os meus sentimentos a todos familiares”, escreveu um morador.

Amigos e familiares da jovem fizeram uma força-tarefa em busca de Luara, e até mesmo uma vaquinha foi feita para distribuir cartazes pela cidade. O pai de Luara também prestou esclarecimentos à investigação. Ele disse que entrou em contato com o namorado da filha quando percebeu que ela não tinha voltado. O rapaz havia afirmado anteriormente que tinha ido sozinho para casa. (Com informações de Mayara Corrêa e Eduardo Ribeiro Jr., TV TEM e G1 Sorocaba e Jundiaí)