Não é brincadeira: cerol e linha chilena podem matar!

A conscientização de toda a população é urgente. Principalmente os pedestres, ciclistas e motociclistas estão expostos a esse tipo de acidente.

 
Muitos jovens, na brincadeira de empinar pipa utilizam materiais cortantes na linha, para competir com outros jogadores. O cerol e a linha chilena são os mais utilizados, mesmo tendo sua venda proibida.
 
O assunto é sério: esses produtos, que são extremamente cortantes, podem provocar sérios acidentes e até mesmo matar, quando utilizados de forma imprudente. Imagine um jovem empinando pipa na rua, entretido, utilizando linha cortante. De repente, vem um motociclista em alta velocidade e não vê a linha. Na melhor das hipóteses, ele teria cortes superficiais. Na pior, aquele jovem teria causado um grave acidente.
 
A conscientização de toda a população é urgente. Principalmente os pedestres, ciclistas e motociclistas estão expostos a esse tipo de acidente. Pais, responsáveis e os próprios jovens devem ter a consciência de evitar essas situações.
Você que gosta de empinar pipa ou vê jovens praticando essa atividade, fique atento: evite o uso de materiais cortantes e escolha locais distantes das vias de trânsito, como um campo aberto, onde também são evitados os postes de energia.
 
Se você souber de locais que fazer o comércio desses materiais ou de pessoas que o utilizam, denuncie! Ligue para o Disque Denúncia, pelo 153. Você pode estar salvando uma vida. A Secretaria de Segurança, por meio da Guarda Civil Municipal (GCM), com apoio da Polícia Militar têm realizado ações de combate e conscientização, além da fiscalização do uso de cerol e linha chilena e o comércio desses materiais, que é proibido.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT