No dia em que o município registrou três mortes por Covid-19, fiscalização encerra festa com mais de 300 pessoas em Araras, SP

Foi organizada uma fila e os fiscais atuaram todos pelo decreto do Estado de São Paulo e o dono do estabelecimento também foi autuado e notificado.

Na noite de sábado (7), dia em que o município de Araras (SP), registrou três óbitos em decorrência da Covid-19, equipes da Vigilância Santária com apoio da Guarda Civil Municipal, sob o comando do subinspetor Januário, mais uma vez saíram realizando fiscalizações após receberem denúncias de pontos de aglomerações e festas clandestinas na cidade, por conta do enfrentamento à pandemia.

Os fiscais estiveram novamente pelo Jardim 8 de Abril e nos bairros da zona rural, onde se tinha informações de festas, porém, nada foi constatado, somente em um bar pelo bairro São Bento, havia uma grande aglomeração, mas estavam respeitando o distanciamento de mesas, somente o proprietário foi notificado sobre o decreto e após orientação fechou as portas e todos foram liberados.
 

A situação mais crítica (assista ao vídeo abaixo), ocorreu em um espaço para eventos, localizado na rua Waldemar Boldrin, Jardim Alto das Araras, onde de acordo com a fiscalização havia mais de 300 pessoas aglomeradas e muitas sem máscaras, porém, muitos conseguiram sair durante a ação sendo possível notificar apenas 150 pessoas. “Foi organizada uma fila e os fiscais atuaram todos pelo decreto do Estado de São Paulo e o dono do estabelecimento também foi autuado e notificado”, disse subinspetor Januário.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT