Nova estrutura do Setor de Execução Fiscal otimiza atendimentos em Araras, SP

Anúncio
Clique na imagem. Link direto para Whatsapp

Órgão do Tribunal de Contas passou a funcionar no CAM Antonio Casadei, no Belvedere, desde a última segunda-feira (3); atualmente, setor contabiliza 40 mil processos em andamento.

A mudança do Setor de Execução Fiscal Municipal, que passou a funcionar no CAM (Centro de Atendimento ao Munícipe) Antonio Casadei, no Belvedere, desde segunda-feira (3), traz melhorias no atendimento ao público e economia aos cofres públicos.

Até então, o órgão do Tribunal de Justiça estava instalado em um imóvel anexo ao Fórum de Araras, na Rua Davi Nasser, alugado pela administração municipal. Por mês, o custo era de R$ 1,4 mil.

O CAM, que fica na Avenida Zurita e concentra diversos órgãos vinculados à Prefeitura, como o PAT e o Procon, passou por melhorias físicas para oferecer estrutura mais adequada à Justiça Eleitoral para o cadastro biométrico dos ararenses. Os serviços, coordenados pela Secretaria Municipal de Planejamento, também possibilitaram a instalação do setor de Execução Fiscal no local e a eliminação do aluguel.

O prefeito Junior Franco visitou o local na última quarta-feira (5) acompanhado pelo juiz Matheus Romero Martins, corregedor do anexo fiscal, titular da 2ª Vara de Araras e diretor do Fórum.

“A nova sede é uma importante conquista, considerando o volume de processos em andamento no setor e a necessidade de um ambiente mais salubre para os servidores trabalharem”, observou o juiz.

O prefeito reforçou a importância da parceria entre Estado e Município. “Temos que pensar no que é bom para a cidade e para a população. Sem essa união não conseguimos fazer nada”, completou Franco.

A visita contou também com a presença do vice-prefeito e secretário de Governo Carleto Denardi, da diretora de Coordenadoria de Execução Fiscal da Prefeitura Célia Regina Ribeiro da Silva, dos secretários Maria Elisa Vitte de Souza (Fazenda), Marcos Antonio Ferezini (Administração), Paulo Bertolini (Planejamento) e Rogério Degaspari (Justiça), além do gestor do setor de Execução Fiscal, Marcos Antonio Moraes.

“Temos uma estrutura melhor agora para atender o público. Nosso arquivo, que ficava no Arquivo Municipal, na Rua Visconde do Rio Branco, também foi centralizado no cartório agora, o que facilita bastante o trabalho”, explica o gestor do Setor, Marcos Antonio Moraes.

O setor atende de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h para advogados e das 12h30 às 19h para o público em geral. Atualmente, há 40 mil processos em andamento no local – 30 mil deles físicos e 10 mil digitais – envolvendo Prefeitura, Saema, Fazenda Estadual e Federal.

Siga Beto Ribeiro Repórter e FATOS POLICIAIS no facebook, e fique por dentro de todas as novidades!