Número de beneficiários do Bolsa Família deve bater recorde em abril

Mais de um milhão de família serão incluídas no programa após liberação de crédito extraordinário do governo federal.

Por Thiago Marcolin – AgênciadoRádio

O Bolsa Família deve bater recorde de beneficiários no próximo mês. O programa, criado em 2004, terá a inclusão de 1,2 milhão de novas famílias em abril graças ao crédito extraordinário de mais de R$ 3,4 bilhões aberto pelo governo federal, e que será distribuído para quatro ministérios: Cidadania; Defesa; Relações Exteriores; e Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. 

A medida faz parte do pacote para enfrentamento da Covid-19. Do total do montante, pouco mais de R$ 3 bilhões são destinados ao Bolsa Família. Com isso, o programa passará a atender mais de 14 milhões e 290 mil famílias em todo o país, o que totaliza cerca de 57 milhões de brasileiros.

O Bolsa Família atua em três frentes: acesso a direitos, como educação, saúde e assistência social; complemento de renda e articulação com outras ações para garantir o desenvolvimento das famílias beneficiárias. 

Segundo o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, o crédito extraordinário aberto pelo governo federal ampliará em quase 12% a proteção às famílias nordestinas.

“Na região Nordeste, por exemplo, nós elevamos de 106,9 que era a cobertura em fevereiro, para 111,9, ou seja, nós temos quase 12% a mais protegendo as famílias nordestinas do que aquilo que é o cálculo da pobreza e da extrema pobreza no Nordeste brasileiro”.

O Bolsa Família atende quem vive em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais, e pobreza, com entre R$ 89 e R$ 178 por mês.