O preço da gasolina volta a subir e atinge o maior valor no ano

O litro custa, em média, R$ 4,72.

Pesquisa da Agência Nacional do Petróleo feita em todo o País mostrou que, na média, o litro foi vendido a quatro reais e 72 centavos, na semana passada. Em algumas regiões, o preço da gasolina chegou a quase R$ 6,30.

Pra se ter uma ideia, nem durante a greve dos caminhoneiros, com filas que dobravam o quarteirão e gente que brigava por combustível, ele ficou tão caro.

Antes da paralisação, o valor médio era de quatro e 28 o litro. Quando ela começou, o preço pulou, da noite para o dia, para quatro e 61, e hoje está 11 centavos mais caro. O cenário também ajuda a mexer com o álcool.

Tanto que de um mês pra cá o preço do etanol subiu oito centavos: de dois e 86 para dois e 94 o litro.


Aviso: Os comentários só podem ser feitos via Facebook e são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros, sendo passível de retirada, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.