O que fazer para proteger a sua casa das fortes chuvas do verão?

A formação de muitas nuvens escuras e carregadas é sinônimo de alerta, pois a falta de cuidados e proteção pode levar a perdas significativas no seu imóvel.

As chuvas de verão são fenômenos que costumam ser mais intensos durante as épocas mais quentes do ano. Apesar de serem importantes para equilibrar a temperatura e trazer sensação de bem-estar, elas podem prejudicar a sua casa.

A boa notícia, é que existem várias maneiras de proteger o imóvel contra os danos que os temporais podem provocar. É importante estar sempre preparado porque, em alguns minutos, o tempo muda e a chuva vem com força.

A formação de muitas nuvens escuras e carregadas é sinônimo de alerta, pois a falta de cuidados e proteção pode levar a perdas significativas no seu imóvel.

Quem vive em locais de risco precisa se preocupar em dobro, afinal, os riscos de deslizamentos e alagamentos são alarmantes e se desencadeiam em situações que podem trazer danos permanentes à sua casa.

A temporada de chuvas no Brasil costuma acontecer entre os meses de novembro de março, portanto, quase 5 meses de chuvas intensas que emitem um alerta para todos.

Mas, se você não sabe como proteger a sua casa nos temporais do verão, não se preocupe, neste artigo, reunimos uma série de dicas que vão te ajudar a preservar o seu imóvel durante esse período.

Danos causados pelas chuvas aos imóveis

Para saber como proteger a sua casa das chuvas de verão, primeiro é interessante conhecer os principais danos causados por esses eventos da natureza.

Não podemos evitar as chuvas, nós podemos lidar com elas da melhor maneira possível, para evitar estragos, como:

  • Infiltrações;
  • Destelhamento;
  • Alagamentos;
  • Quedas de árvores;
  • Danos à fiação.

 

As infiltrações são problemas muito comuns em imóveis localizados em regiões com alto índice de chuva durante o verão. A umidade constante e permanente pode penetrar nas paredes do imóvel e levar à formação de bolor.

Esse problema, além de prejudicar esteticamente a sua casa, pode causar danos à saúde. Assim como as estruturas em alumínio são mais resistentes nessas situações, é importante considerar a impermeabilização da propriedade.

Outra situação bastante comum são os destelhamentos, geralmente provocados por chuvas com ventos muito fortes. Durante esses eventos climáticos, as telhas se desprendem e alguns imóveis chegam a ficar totalmente descobertos.

Além de danificar a estrutura da propriedade, coloca em risco a sua mobília e os equipamentos eletrônicos, como TV, computador, aparelho de som, eletrodomésticos, entre outros.

O alto índice de chuva também pode causar problemas de alagamentos em residências que não fazem a devida limpeza de calhas. Quando isso acontece, todo o imóvel pode ser prejudicado pela água da chuva.

As quedas de árvores também podem trazer danos a portões e muros, inclusive para os veículos que estão na garagem. O ideal é providenciar as podas no período certo.

Por fim, fiações muito antigas também podem ser drasticamente prejudicadas pelas fortes chuvas de verão. Consequentemente, os moradores ficam mais suscetíveis a riscos, como choques elétricos e curtos-circuitos.

Um projeto de reforma residencial pode ser necessário nesses casos, mas se você não quiser fazer grandes mudanças na sua propriedade, existem outros recursos que ajudam a protegê-la dos temporais.

Dicas para proteger a sua casa das chuvas

Os primeiros meses do ano são marcados pela presença de fortes chuvas e elas podem prejudicar a estrutura dos imóveis. Por essa razão, muitas pessoas incluindo planejamento anual uma reforma funcional.

São pequenos reforços que ajudam a proteger a casa das intempéries do clima, algo muito comum nas regiões sudeste e centro-oeste. Além de evitar danos maiores, esses cuidados também previne mofos, vazamentos e outros danos na estrutura do imóvel. Entre os principais cuidados que você precisa investir estão:

Fazer a manutenção das telhas

Antes mesmo de começar a temporada de chuvas é muito importante verificar o estado das telhas do imóvel. É dessa forma que você protege contra a passagem de água, que podem provocar infiltrações.

As telhas precisam estar bem encaixadas e em perfeito estado de conservação, caso não estejam, é muito importante providenciar a troca das peças que estão danificadas. Outra possibilidade é vedar suas telhas.

Assim como você precisa fazer a manutenção, é fundamental prevenir os problemas. Para isso, faça a impermeabilização do local com manta líquida, que diminui consideravelmente os riscos de infiltração, goteiras e umidade.

Fechar as janelas

Durante o verão, os governos do estado e prefeituras investem em soluções para rede elétrica, de modo a evitar que a população fique sem eletricidade em casa de temporais muito fortes.

Trata-se de uma época do ano em que o volume estimado para o mês inteiro pode ser registrado em poucos dias, visto que a incidência de chuva pode ser frequente nos primeiros meses do ano.

Quando isso acontece, uma atitude básica para proteger a sua casa é fechar as janelas assim que o céu começar a escurecer ou antes de ir para o trabalho. Durante as viagens, sejam elas curtas ou longas, se não tiver ninguém em casa, o imóvel deve ficar fechado, mesmo que você more em apartamento.

Se o temporal for muito intenso, ele pode simplesmente alargar a sua casa e danificar seus móveis e aparelhos eletrônicos. Poupe se do trabalho de ter que secar o chão ou até mesmo providenciar a compra de novos equipamentos.

Além disso, fechar as janelas é uma forma de valorizar o seu investimento na instalação de pisos, principalmente, se eles forem de madeira. Lembre-se de que o excesso de umidade pode prejudicar essa matéria-prima.

Limpar as calhas

A calha também é uma parte importante do seu telhado, por isso, ela merece a devida atenção. O acúmulo de água pode sobrecarregar as suas telhas e colaborar para o surgimento de mofo.

Para evitar esse tipo de problema, certifique-se de que suas calhas estão bem fixadas e que não existe a presença de sujeira que possa obstruir a passagem da água.

Procure manter esse local sempre limpo e, caso esteja rachado e você não puder trocar no momento, pode utilizar um produto para vedar a rachadura.

Tirar os aparelhos da tomada

Você pode investir em excelentes materiais para estruturar o seu imóvel, como fazer uma cobertura telha sanduíche, mesmo assim, durante uma chuva forte, é muito importante tirar todos os equipamentos da tomada.

A sobrecarga de energia pode queimá-los e prejudicar a fiação do seu imóvel. Para se ter uma ideia, de acordo com o levantamento, o Brasil é um país com muitos índices de quedas de raio.

Esse problema é muito mais comum durante a primavera e o verão, chegando à marca de 50 milhões de descargas elétricas anualmente. Um relâmpago pode danificar todos os seus equipamentos e ainda provocar a queda de energia da sua casa, portanto, é melhor prevenir do que remediar.

Impermeabilizar as paredes

Assim como a concretagem de laje, a impermeabilização de paredes é muito importante para o seu imóvel. Trata-se da melhor forma de evitar que a sua casa sofra com os problemas de umidade.

A ausência dessa proteção pode fazer com que você precise remover a contaminação provocada pelo mofo anualmente. É possível proteger as paredes internas e externas, e essa proteção é válida não apenas contra a chuva, mas também contra os raios ultravioletas.

Fazer manutenções periodicamente

Não se esqueça de investir em manutenção periódica, o que inclui verificar o estado da fiação elétrica, para evitar problemas como curto-circuito.

Se você fez impermeabilização de laje exposta no último ano, verifique se já não é o momento de reforçar essa proteção, e uma das melhores maneiras de fazer isso é verificar se existe umidade e infiltração nas paredes.

Veja como está o estado de conservação dos vidros, pois devido à força da chuva, eles podem rachar ou quebrar. Além de prejudicar esteticamente o seu imóvel, vidros nesse estado podem ser perigosos para os moradores.

Uma chuva mais intensa pode empurrar o vidro com força e estilhaça-lo por completo, espalhando pedaços por todo o local. Assim como no caso de impermeabilização parede, se for necessário, providencie a troca de alguns vidros da sua residência.

Conclusão

Em resumo, as fortes chuvas podem provocar verdadeiros estragos aos imóveis, como vimos ao longo deste artigo. Todavia, existem várias maneiras que ajudam a preservar a construção e evitar que ela sofra com a agressividade desses eventos climáticos.

Esteja atento a esse período durante os meses de novembro, dezembro, janeiro e fevereiro, principalmente em regiões como o sudeste e centro-oeste. Se você seguir as nossas dicas, vai conseguir proteger o seu lar durante essa época crítica.

As chuvas vão passar, mas sua casa precisa ficar intacta, afinal, você e sua família precisam estar protegidos e confortáveis durante o ano todo, faça chuva ou faça sol.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT