Obra do Sabaz Leste interdita trecho da Avenida Marginal neste domingo (1), em Araras, SP

Serviço acontece no cruzamento do Ribeirão das Furnas com o Ribeirão das Araras

Serviço acontece no cruzamento do Ribeirão das Furnas com o Ribeirão das Araras/SP.

O Saema (Serviço de Água e Esgoto do Município de Araras) informa que o trânsito será interditado a partir deste domingo (1) na Avenida Dona Renata (Marginal), na ponte sobre a junção dos dois ribeirões, início da Avenida Milton Severino. A interdição será a partir das 6h de domingo, e o serviço continua também na segunda-feira (2), para a interligação do Sabaz Leste (Sistema de Abastecimento da Zona Leste).

O Sabaz Leste envolve a interligação da Estação de Tratamento de Água, no Jardim Cândida, até a Estação Elevatória do José Ometto, em frente ao Estádio Hermínio Ometto, com a instalação de tubos de 630 mm de diâmetro, por cerca de 8 km.

O Saema agradece a compreensão de todos e está à disposição pelo telefone de emergência 24 horas: 0800 014 4321.

clique na imagem e saiba mais

Dicas de uso racional de água

Um banho de vinte minutos desperdiça, em média, 130 litros de água. Mais do que os 110 litros recomendados pela Organização das Nações Unidas (ONU) para uso diário por pessoa para necessidades de consumo e higiene.

Uma torneira aberta continuamente durante três minutos tem um gasto de 18 litros de água. Ao escovar os dentes, recomenda-se fechar a torneira e só abrir quando for enxaguar a boca. Na lavagem da louça, a atitude deve ser a mesma. Com a torneira aberta, o gasto médio é de 240 litros. Abrindo e fechando a torneira, o gasto cai para 70 litros.

Ao limpar calçadas, a melhor opção é varrer a sujeira ao invés de utilizar mangueiras, reduzindo, assim, o uso inadequado de água potável. Outra opção de economia é utilizar a água da lavagem de roupas para fazer esse tipo de limpeza.

Uma torneira mal fechada desperdiça 46 litros por dia. Uma correndo em filete gasta 180 a 750 litros. Já uma ligada normalmente pode gastar até 12,5 mil litros de água por dia. Uma descarga comum gasta de sete a 10 litros de água. É necessário sempre observar se a válvula está regulada, se não há furos nos canos e as torneiras da casa estão bem fechadas.

Outra medida que pode contribuir para o aspecto ambiental e econômico é a instalação de hidrômetros individualizados. Eles reduzem o desperdício de água e permitem uma cobrança justa pelo consumo real de cada unidade habitacional. A medição individualizada incentiva o consumo responsável de água e propicia mais atenção aos aspectos de manutenção das instalações hidráulicas, pois, em caso de vazamentos, há um aumento da conta mensal individual induzindo o morador a tomar providências imediatas.