Operação “2 FACE” da PC prende 32 pessoas por fraudes eletrônicas em cinco estados

Também foram cumpridos 52 mandados de buscas domiciliares.

A Polícia Civil de Presidente Prudente realizou, na manhã desta terça-feira (5/4), a operação “2 Face” contra integrantes de fraudes eletrônicas. No total, foram cumpridos 32 mandados de prisões preventivas e 56 de buscas domiciliares, além de bloqueios de contas cadastradas em 41 CPFs e de dezenas de sequestros de contas em cripto ativos.  A ação foi realizada, simultaneamente, também nos estados de Minas Gerais, Roraima, Pará e em Goiás (que concentrou a maior parte dos mandados cumpridos).

A operação é decorrente de sete meses de ações de inteligência da 1ª Delegacia de Investigações Gerais, da Deic de Presidente Prudente, em atos autorizados pela Justiça e pelo Ministério Público paulista, com os cruzamentos de informações. Com isso, foi possível identificar integrantes de uma organização criminosa que atuavam, predominantemente, em Goiás por meio de fraude eletrônica.
 
O modus operante era primeiro obter fotografia em rede social e aplicativo de mensagem de vítimas para, depois, em busca e auxílio de outros criminosos digitais, com o cruzamento de informações, entrar em contato com familiares próximos, todos pesquisados em redes sociais informando a troca de prefixo telefônico (em chip cadastrado com a foto do conhecido) e, após, solicitando valores sob alegação de problema no aplicativo bancário.

Todos os suspeitos presos permanecerão nos Estados de origem e serão indiciados pela prática do crime de estelionato eletrônico, falsidade ideológica, falsa identidade, integrar organização criminosa, além do ilícito de lavagem de dinheiro.  A previsão é que apenas no estado de São Paulo será possível o esclarecimento de pouco mais de 600 fatos criminosos registrados em cidades paulistas, além de centenas ocorridas em outros estados.
 
 
Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP