Agentes cumprem oito mandados de busca e apreensão na manhã desta quinta-feira (14) na operação Moikano 2. Sete cidades no Brasil são alvos da ação.

Uma operação da Polícia Federal prendeu em flagrante um homem suspeito de armazenar imagens com pornografia infantojuvenil em Americana (SP), na manhã desta quinta-feira (14).

A ação faz parte da operação Moikano 2, que também investiga casos de pedofilia e cumpre oito mandados de busca e apreensão em sete cidades do Brasil.

Além de Americana, a região de Campinas (SP) tem a cidade de Vinhedo (SP) no foco da investigação, que é conduzida pela Polícia Federal de Sorocaba (SP). Nos dois municípios foram cumpridos mandados.

As demais cidades que são alvos da operação são Santo André (SP), Serra Azul (SP), Simões Filho (BA), Fortaleza (CE) e Ipixuna do Pará (PA).

Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 1ª vara da Justiça Federal em Sorocaba. Durante as buscas, no entanto, dois homens foram presos, em Americana e Ipixuna do Pará.

Origem da investigação

A operação Moikano 2 é uma continuidade da Moikano 1, deflagrada em 30 de junho de 2015. Na época, uma grande rede de compartilhamento de conteúdo pornográfico infantojuvenil pela internet foi descoberta.

Na primeira fase, 50 suspeitos brasileiros e 70 estrangeiros em outros países foram identificados.

Os alvos da segunda fase foram identificados após análise do conteúdo do material apreendido na primeira etapa.

De acordo com a Polícia Federal, a pena pela divulgação de imagens pornográficas envolvendo crianças e adolescentes varia de três a seis anos de prisão.