Operação Fronteiras e Divisas Integradas I detém mais de 2,4 mil pessoas e cerca de 23,2 t de drogas

Os trabalhos foram realizados pelas polícias paulistas em conjunto com as forças de segurança dos estados de MS, MG, PR e RJ.

A Operação Fronteiras e Divisas Integradas I, que reuniu as forças de segurança dos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná e Rio de Janeiro, além de agentes federais e estaduais de diferentes instituições, resultou na detenção de 2.483 pessoas e apreensão de cerca de 23,2 toneladas de drogas somente no território paulista.
 
Os trabalhos foram deflagrados simultaneamente nos cinco estados desde o último dia 13, estabelecendo um marco de integração e parceria entre as polícias e diversos órgãos federais e estaduais. As atividades foram realizadas com o objetivo de reforçar o combate ao crime e aumentar a percepção de segurança da população.
 
Foram empenhados nos trabalhos policiais civis dos departamentos de Polícia Judiciária de São Paulo Interior (Deinters), de Polícia Judiciária da Macro São Paulo (Demacro), de Inteligência da Polícia Civil (Dipol), Operações Policiais Estratégicas (Dope) e ainda dos departamentos estaduais de Investigações Criminais (Deic) e de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), além de agentes da Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC).
 
Pela Polícia Militar foram destacadas equipes dos comandos de policiamento do Interior (CPIs), Metropolitano (CPM), de Choque (CPChq), Ambiental (CPAmb), Rodoviário (CPRv), do Comando de Aviação (CavPM), do Centro de Inteligência da Policia Militar (CIPM) e da Coordenadoria Operacional da Polícia Militar (CoordOp).
 

Também foram realizadas ações em Portos e Aeroportos Internacionais 

Além dos policiais dos Estados participantes, no âmbito federal, foram integrados o Exército Brasileiro, a Marinha do Brasil, a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal, a Receita Federal e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). As ações preventivas, ostensivas e para cumprimento de mandados judiciais, ocorreram, principalmente, ao longo das divisas das unidades federativas e da fronteira com a Bolívia e o Paraguai. Também foram realizadas ações em Portos e Aeroportos Internacionais e em praticamente todo o território dos Estados envolvidos.
 
Como resultado das atividades, no Estado de São Paulo, foram presos 2.330 adultos e apreendidos 153 adolescentes, bem como foram recolhidos 23,2 toneladas de drogas, 192 armas de fogo ilegais, 537 celulares e mais de 1,9 milhão de maços de cigarros. Ao longo das diligências também foram recuperados 442 veículos produtos de roubo ou furto e apreendidos outros 1.363 que estavam com irregularidades. A ação foi deflagrada com o objetivo central de combater crimes transnacionais, como o tráfico de drogas, o contrabando e o descaminho. Assim, ainda participaram da operação a Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSP), a Secretaria da Fazenda e Planejamento (Sefaz) de São Paulo, e as secretarias congêneres dos outros estados envolvidos.
 

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT