Panorama do uso de apps pelos brasileiros: veja hábitos e consumo dos mobile lovers

89% dos entrevistados na pesquisa fazem uso do Android em smartphones e tablets.

Se, em meados de 2007, os smartphones eram uma novidade futurista, hoje eles são itens integrados completamente à rotina das pessoas. De lá para cá, o sistema Android nasceu e passou por diversas transformações, estando presente hoje em 90% dos smartphones no mundo (Google/Bain & Company).

A popularidade do sistema se deu por diversos fatores, mas principalmente pela enorme variedade de aplicativos disponíveis na Google Play, como jogos, ferramentas de produtividade, apps de mensagens, redes sociais e entretenimento.

Com o uso desses dispositivos cada vez mais frequente e a intensificação do uso da tecnologia por conta da necessidade de trabalho remoto, pesquisas demonstram qual o uso feito pelos brasileiros de aplicações nos sistemas mais usados: Android e iOS.

Diferenças de aplicativos em cada sistema

O iOS é o sistema utilizado exclusivamente nos iPhones, enquanto o Android é o sistema usado nos demais smartphones de marcas como Samsung, Nokia, Motorola e Xiaomi (nesta, apelidado de MIUI e usando como base o Android).

A variedade de aplicativos disponíveis nos dois sistemas é um pouco diferente, pois os apps presentes na App Store passam por uma aprovação complexa, garantindo a total segurança para o usuário. Os aplicativos como WhatsApp e Instagram também possuem algumas diferenças de design, incluindo cores, formatos das janelas e posicionamento de botões.

Tipo de uso dos aplicativos pelos brasileiros

Segundo o Panorama Mobile Box de 2021, realizado pela Mobile Time e a Opinion Box, 98% dos usuários de smartphones já baixaram algum tipo de aplicativo em seus aparelhos. Isso significa que quase todos os usuários fazem uso de aplicações para além dos nativos em cada sistema.

Na pesquisa, 41% dos entrevistados revelaram terem baixado algum app nas últimas 24h. Essa flutuação ocorre por fatores como presença de anúncios dentro dos apps, funcionamento adequado e gosto pessoal.

A pesquisa também indicou que apenas 21% dos entrevistados pagaram para usar algum app, ou seja, a grande maioria opta por usar aplicativos gratuitos, que, em troca, coletam dados dos usuários, como localização, tempo de uso, tipo de interação (frequente ou ocasional), entre outras informações. Tudo isso para direcionar anúncios pagos por empresas interessadas naquele perfil de público.

Aplicativos mais utilizados pelos brasileiros

O comportamento no uso de aplicativos dos brasileiros vem se transformando ao longo do tempo. A popularidade de sites de compra, principalmente após o cenário pandêmico, fez com que a busca por aplicativos de compras online subisse consideravelmente. Cerca de 60% dos brasileiros já fizeram compras por algum aplicativo, incluindo lojas dentro de redes sociais, como o Instagram.

Redes sociais

A tríade Facebook, Instagram e WhatsApp (ambos comandados pelo Facebook) lidera disparadamente como a dos apps mais usados no Brasil. Outros aplicativos mais segmentados, como Twitter e Telegram, ficam na terceira base de apps mais usados por aqui.

Entretenimento

YouTube, Spotify e Netflix estão entre os aplicativos mais usados pelos brasileiros nos momentos de lazer e entretenimento. Não é difícil encontrar alguém dentro de algum transporte público colocando a sua série favorita em dia ou acompanhando algum tipo de conteúdo no YouTube.

Finanças

Os aplicativos relacionados a instituições financeiras, cartões de crédito e benefícios do governo também fazem parte do cotidiano nos smartphones brasileiros. Caixa, Itaú, Nubank e Bradesco são os apps mais usados de forma frequente.

Trabalho e produtividade

Principalmente após muitos começarem a trabalhar de casa, os brasileiros aumentaram seu uso de aplicações voltadas à produtividade. Gmail e Google Chrome aparecem como principais apps usados, com o Chrome sendo usado por mais de 80% dos smartphones como navegador principal.

Mobilidade urbana e delivery

E, claro, os queridinhos Uber, 99 e iFood não podiam faltar na lista. Eles estão presentes nos aparelhos espalhados por todo o Brasil, e seu uso é feito 24h por dia. Waze e Google Maps também integram esta lista, sendo usados também pelos motoristas de aplicativos e entregadores de todos os lugares.

A pesquisa demonstra hábitos curiosos dos brasileiros na internet, em um cenário onde os aplicativos tornam as atividades cotidianas cada vez mais práticas e com total acompanhamento de solicitações, extratos bancários, compras, mensagens e organização pessoal.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP
ÁGIL DPVAT