Perigo! Grupamento de Bombeiros Marítimo resgata criança e meninas que se afogavam em praia do litoral de SP

Vítimas foram socorridas enquanto gritavam por socorro na Praia de Pitangueiras, em Guarujá.

Uma criança de 11 anos e duas adolescentes, de 13 e 16, foram salvas em Guarujá, no litoral de São Paulo, enquanto se afogavam no mar. Um vídeo gravado por um guarda-vidas do Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar) mostra as vítimas pedindo socorro e o resgate do trio.

Segundo informações obtidas pelo site Repórter Beto Ribeiro neste domingo (9), o caso aconteceu na Praia de Pitangueiras, por volta das 10h de sábado (7). Um agente do GBMar realizava trabalho preventivo de moto aquática quando se deparou com a ocorrência.

De acordo com o grupamento, as vítimas estavam entre o grau 0 e o grau 1 de afogamento, o que significa que ainda estavam no período inicial do afogamento. Assim, todos foram resgatados com vida. Segundo o GBMar, as vítimas são de Minas Gerais e da mesma família.

No vídeo, é possível ouvir pedidos de socorro dos três jovens. A primeira a ser resgatada alerta ao profissional na moto aquática que seu irmão, de 11 anos, também precisa de ajuda. Em meio aos gritos de socorro, a segunda vítima é resgatada, e por fim, o menino.

Durante o percurso, o profissional tenta manter a calma dos jovens. No resgate, todos subiram na moto aquática e ali ficaram até serem devolvidos à faixa de areia. O grupamento marítimo informou que todas as vítimas foram entregues aos pais, com saúde.

Guarda-vidas reforçam a fiscalização nas praias de Guarujá, SP — Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Guarujá

Cuidados

O GBMar alerta que crianças precisam de supervisão o tempo todo nas praias. Na situação registrada no vídeo, as vítimas foram arrastadas para longe da orla devido a uma corrente de retorno. Por isso, a indicação é ficar perto das crianças nesses ambientes, para evitar desaparecimentos e tragédias.

Além disso, a cidade de Guarujá é a que atualmente mais registra salvamentos aquáticos na Baixada Santista pelo GBMar. O tenente do Corpo de Bombeiros André Vinícius Amorim enfatizou a importância de os banhistas respeitarem as orientações dos guarda-vidas.

Evitar que o nível do mar ultrapasse a altura do umbigo também é importante para manter uma margem mínima de segurança. Apesar disso, o profissional salienta que é comum acontecerem correntes de retorno no mar, e o fenômeno cria uma correnteza para longe da orla.

Para evitar acidentes nessas correntes, o tenente aconselha manter a calma e tentar, se possível, nadar para fora da corrente, para então chegar à faixa de areia. Ele também pontua que evitar o uso de bebidas alcoólicas é importante para manter maior a atenção nas praias.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP