Pesca no Rio Mogi Guaçu pode gerar multas de até R$ 100 mil

Época de reprodução dos peixes tem início nesta segunda-feira (1º) e segue até fevereiro de 2022.

A pesca em vários trechos do Rio Mogi Guaçu, em Pirassununga (SP), está proibida a partir desta segunda-feira (1°) devido à piracema, período de reprodução dos peixes.

Quem não cumprir a lei no período que se estende até 28 de fevereiro de 2022, pode pagar multas que variam de R$ 700 a R$ 100 mil. O infrator ainda pode ser detido e responder por crime federal, segundo a Polícia Ambiental.

O Rio Mogi Guaçu é um dos maiores berçários de água doce do estado com mais de 150 espécies, com lambaris, dourados, bagres, entre outros. Pelos próximos quatro meses, os peixes vão nadar centenas de quilômetros contra a correnteza para reprodução.

As denúncias de pesca ilegal podem ser realizadas por meio do telefone 0800 11 3560.

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP