Pesquisa da USP desenvolve plataforma que ajuda a detectar fake news

Classificador, feito com informações estatísticas e treinado artificialmente com banco de dados da USP, consegue identificar com precisão de 96% se informações são verdadeiras ou falsas.

Uma plataforma criada na Universidade de São Paulo (USP), de São Carlos (SP), ajuda a identificar fake news, as notícias falsas que muitas vezes confundem a interpretação e são usadas como mecanismo de desinformação e manipulação de grupos de pessoas.

Plataforma

O método de checagem da notícia na plataforma é muito fácil: basta colar um trecho do texto da notícia no site simples (clique aqui para acessar a ferramenta).

Um classificador feito com base em informações estatísticas e treinado artificialmente com um banco de dados da USP consegue identificar com precisão de 96% se as informações são verdadeiras ou falsas.

“Esse banco de dados, que é consolidado por um grupo de pesquisas da USP, tem 7,2 mil informações, 50% falsa, 50% verdadeiras e aí os modelos aprendem, treinam em cima dessa banco”, explicou o doutorando em estatística Marcos Jardel Henriques.

A ferramenta foi desenvolvida no Mestrado Profissional em Matemática, Estatística e Computação Aplicadas à Indústria (MECAI), curso de pós-graduação oferecido pelo ICMC e um dos cursos da área de educação corporativa oferecidos pelo Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI).

CLIQUE NA IMAGEM E FALE DIRETO PELO WHATSAPP