Pesquisa encontra fungos e bactérias nocivos à saúde em amostras de kefir

573

Segundo pesquisadores de faculdade de Campinas (SP), consumo do organismo vivo sem cuidados na procedência e manipulação pode causar náuseas, vômitos e complicações para a imunidade.

Pesquisadores de Campinas (SP) desenvolveram um estudo sobre o kefir, microorganismo compartilhado entre amigos como promessa de melhora para a saúde, e encontraram uma proliferação de bactérias e fungos prejudiciais à saúde.

De acordo com os pesquisadores do Centro Universiário UniMetrocamp/Wyden, o risco com o kefir está na procedência e manipulação. Por ser um organismo vivo, a falta de cuidado cria um ambiente de cultivo e reprodução de bactérias ruins, principalmente no calor.

Na internet, vários usos e receitas podem ser encontrados sobre o kefir, que é um grupo de microorganismo, bactérias e alguns fungos.

De acordo com a microbiologista Rosana Siqueira, se manipulado corretamente o kefir é benéfico. No entanto, o uso do kefir com os organismos do “mal” pode caussar náusea, vômitos, diarreia e até complicações para a imunidade.

Pesquisadores de Campinas analisam amostras de kefir e encontram fungos e bactérias prejudiciais à saúde — Foto: Vaner Santos/Reprodução EPTV

Perigo

Após a análise da pesquisa, o estudante de nutrição André Toyomura conta que tanto amostras do kefir de água quanto de kefir de leite apresentaram problemas.

“No kefir de água encontramos a bactéria Staphylococcus aureus e no kefir de leite a gente encontrou a E. coli, além de coliformes fecais. A Anvisa preconiza uma quantidade e a encontrada foi acima do esperado, encontramos mais de mil”, conta o responsável pela análise.

A jornalista Elizabete Delfino tem uma rotina de cuidados como kefir que tem em casa — Foto: Vaner Santos/Reprodução EPTV

‘Bicho de estimação’

O kefir é como um “bicho de estimação” para a jornalista Elizabete Delfino. Todos os dias, ela realiza a rotina de cuidados com o organismo vivo de bactérias, muito compartilhado entre amigos como promessa de melhora para a saúde.

A bebida fermentada, originária das montanhas do Cáucaso e chamada de “bebida do profeta”, é encontrada facilmente no leite. Em apenas um dia, o leite, misturado ao kefir, se transforma em iogurte.

Elizabete conta os principais cuidados que tem com o kefir em casa. “Você tem que cuidar todos os dias para que ele realmente seja funcional. Tem que peneirar ele, colocar o leite adequado e colocar em um canto escuro. No dia seguite, você peneira ele e fica nessa consistência de iogurte”, relata.

Amostras analisadas por pesquisadores de Campinas (SP) apresentaram bactérias e coliformes fecais — Foto: Vaner Santos/Reprodução EPTV

Cuidados

Apesar da análise feita e as bactérias e fungos encontrados nas amostras, Elizabete relata que ainda acredita nos benefícios do kefir.

“Eu acho que é bom, funciona melhor o intestino, a pele. Junto com os hábitos saudáveis, é uma questão legal sim”, completa.

De acordo com os pesquisadores, para manipular o kefir, o ideal é lavar bem as mãos e higienar com álcool, além de ferver os utensílios que serão utilizados para manipular o organismo.


Tem uma sugestão de reportagem? Nos envie através do WhatsApp (19) 99861-7717.